terça-feira, 27 de dezembro de 2011

A vida é feita de escolhas.....

Acredito piamente que a vida de cada um de nós é composta por uma sucessão ininterrupta de escolhas. Fazemos escolhas todo tempo, desde as mais simples e automáticas, até as mais complexas, elaboradas e planejadas. Quanto mais maduros e conscientes nos tornamos, melhores e mais acertadas são as nossas escolhas.

Assim também é com o amor. Nós podemos escolher entre amar e não amar. Afinal de contas, o amor é um risco, um grande e incontrolável risco. Incontrolável porque jamais poderemos obter garantias ou certezas referentes ao que sentimos e muito menos ao que sentem por nós. E grande porque o amor é um sentimento intenso, profundo e, portanto, como diz o ditado, quanto mais alto, maior pode ser o tombo!

Por isso mesmo, admiro e procuro aprender, a cada dia, com os corajosos, aqueles que se arriscam a amar e apostam o melhor de si num relacionamento, apesar das possíveis perdas. Descubro que o amor é um dom que deve vir acompanhado de coragem, determinação e ética.

Não basta desejarmos estar ao lado de alguém, precisamos merecer. Precisamos exercitar nossa honestidade e superar nossos instintos mais primitivos. É num relacionamento íntimo e baseado num sentimento tão complexo quanto o amor que temos a oportunidade de averiguar nossa maturidade.

Quanto conseguimos ser verdadeiros com o outro e com a gente mesmo sem desrespeitar a pessoa amada? Quanto conseguimos nos colocar no lugar dela e perceber a dimensão da sua dor? Quanto somos capazes de resistir aos nossos impulsos em nome de algo superior, mais importante e mais maduro?

Amar é, definitivamente, uma escolha que pede responsabilidade. É verdade que todos nós cometemos erros. Mas quando o amor é o elo que une duas pessoas, independentemente de sangue, família ou obrigações sociais, é preciso tomar muito cuidado, levar muito o outro em conta para evitar estragos permanentes, quebras dolorosas demais.

O fato é que todos nós nos questionamos, em muitos momentos, se realmente vale a pena correr tantos riscos. Sim, porque toda pessoa que ama corre o risco de perder a pessoa amada, de não ser correspondida, de ser traída, de ser enganada, enfim, de sofrer mais do que imagina que poderia suportar. Então, apenas os fortes escolhem amar!

Não são os medos que mudam, mas as atitudes que cada um toma perante os medos. Novamente voltamos ao ponto: a vida é feita de escolhas. Todos nós podemos mentir, trair, enganar e ferir o outro. Mas também todos nós podemos não mentir, não trair, não enganar e não ferir o outro.

Cada qual com o seu melhor, nas suas possibilidades e na sua maturidade, consciente ou não de seus objetivos, faz as suas próprias escolhas. E depois, arca com as inevitáveis conseqüências destas.

Sugiro que você se empenhe em ser forte a fim de poder usufruir os ganhos do amor e, sobretudo, evitar as dolorosas perdas. Mas se perceber que ainda não está pronto, seja honesto, seja humilde e ao invés de deixar cair ou de jogar no chão um coração que está em suas mãos, apenas deixe-o, apenas admita que não está conseguindo carregá-lo...

E então você, talvez, consiga compreender de fato a frase escrita por Antoine de Saint Exupéry, em seu best seller O Pequeno Príncipe:
Você se torna eternamente responsável por aquilo que cativa.

Porque muito mais difícil do que ficar ao lado de alguém para sempre é ficar por inteiro, é fazer com que seja absolutamente verdadeiro! E é exatamente isso que significa sermos responsáveis por aquilo que cativamos...




(Rosana Braga

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

AMOR





É comum as pessoas as dizerem que se amam, mas o Amor Próprio é muito mais profundo do que se imagina. Pergunte sempre: Você gosta de você? É feliz na sua vida? Faz todas as coisas que lhe fazem bem? Costumar tomar decisões em favor de sua felicidade? Lógicamente que a maioria das respostas serão “não”. E aí eu pergunto: se você não se ama, se você não procura fazer sua felicidade, como pode amar outra pessoa? Como pode dar algo que não tem? As pessoas dizem que ama outra pessoa, mas esta não é a realidade. O que acontece é que essa pessoa deve estar apaixonada e paixão é bem diferente de amor, deve estar querendo amor de verdade, mas não consegue.
Dentro de cada um de nós existe uma vibração magnética que produz o magnetismo do amor. Quando a pessoa se ama de verdade, essa vibração magnética começa a irradiar um fluxo de energia especial, que se expande sobre todas as pessoas de seu convívio, até mesmo alguém que você não conheça, quando se lhe aproxima sente um calor ou um sentimento de amor, sente vontade de ficar ao seu lado, de conversar, estreitar laços de amizade. Este encontro magnético acontece porque existe em você um fator de atração do Amor Próprio, e este só acontece quando alguém irradia telepáticamente e, logicamente, só conseguirá irradiar esta energia se realmente o estiver sentindo. É por esta razão que muitas vezes alguma pessoas não se sentem bem ao lado das outras e, dependendo da situação, envolve também a falta de conhecimento – algumas pessoas pensam que a outra pode estar “carregada” e por isso não se sentem bem a seu lado. Mas, a verdade é que esta pessoa não está carregada no sentido literal da palavra; o que acontece é que ela está sem nenhum Amor Próprio e, desta forma, passa no espaço esta sensação de negatividade. Uma pessoa que não se ama não está preparada para atrair a pessoa certa no amor e, quando atrai alguém, certamente será a pessoa errada e futuramente verá o erro que cometeu.
Muitos querem encontrar a sua verdadeira Alma Gêmea, mas como, se não existe o principal dentro dela? E assim vai levando a sua vida até chegar o cansaço, comodismo e a conclusão de que o mundo não presta, que o amor não existe.
Toda pessoa que não se ama, acaba atraindo também pessoas sem Amor Próprio (semelhantes se atraem ) e, devido a esta atração começam a acontecer problemas em relação à afetividade. Acabam sempre dividindo mágoas e ressentimentos, não chegando a lugar nenhum.
Muitas vezes, uma pessoa que se ama é obrigada a conviver com outras que não se amam, e neste caso, a primeira deverá sentir-se como um verdadeiro núcleo. Muitas vezes é obrigada a conviver por razões comerciais, familiares ou sociais, mas isto não quer dizer que está se misturando de forma sintonizada.
É comum as pessoas as dizerem que se amam, mas o Amor Próprio é muito mais profundo do que se imagina. Pergunte sempre: Você gosta de você? É feliz na sua vida? Faz todas as coisas que lhe fazem bem? Costumar tomar decisões em favor de sua felicidade? Lógicamente que a maioria das respostas serão “não”. E aí eu pergunto: se você não se ama, se você não procura fazer sua felicidade, como pode amar outra pessoa? Como pode dar algo que não tem? As pessoas dizem que ama outra pessoa, mas esta não é a realidade. O que acontece é que essa pessoa deve estar apaixonada e paixão é bem diferente de amor, deve estar querendo amor de verdade, mas não consegue.
Dentro de cada um de nós existe uma vibração magnética que produz o magnetismo do amor. Quando a pessoa se ama de verdade, essa vibração magnética começa a irradiar um fluxo de energia especial, que se expande sobre todas as pessoas de seu convívio, até mesmo alguém que você não conheça, quando se lhe aproxima sente um calor ou um sentimento de amor, sente vontade de ficar ao seu lado, de conversar, estreitar laços de amizade. Este encontro magnético acontece porque existe em você um fator de atração do Amor Próprio, e este só acontece quando alguém irradia telepáticamente e, logicamente, só conseguirá irradiar esta energia se realmente o estiver sentindo. É por esta razão que muitas vezes alguma pessoas não se sentem bem ao lado das outras e, dependendo da situação, envolve também a falta de conhecimento – algumas pessoas pensam que a outra pode estar “carregada” e por isso não se sentem bem a seu lado. Mas, a verdade é que esta pessoa não está carregada no sentido literal da palavra; o que acontece é que ela está sem nenhum Amor Próprio e, desta forma, passa no espaço esta sensação de negatividade. Uma pessoa que não se ama não está preparada para atrair a pessoa certa no amor e, quando atrai alguém, certamente será a pessoa errada e futuramente verá o erro que cometeu.
Muitos querem encontrar a sua verdadeira Alma Gêmea, mas como, se não existe o principal dentro dela? E assim vai levando a sua vida até chegar o cansaço, comodismo e a conclusão de que o mundo não presta, que o amor não existe.
Toda pessoa que não se ama, acaba atraindo também pessoas sem Amor Próprio (semelhantes se atraem ) e, devido a esta atração começam a acontecer problemas em relação à afetividade. Acabam sempre dividindo mágoas e ressentimentos, não chegando a lugar nenhum.
Muitas vezes, uma pessoa que se ama é obrigada a conviver com outras que não se amam, e neste caso, a primeira deverá sentir-se como um verdadeiro núcleo. Muitas vezes é obrigada a conviver por razões comerciais, familiares ou sociais, mas isto não quer dizer que está se misturando de forma sintonizada.




O VALOR DE CADA PESSOA




Vivemos numa sociedade de valores espirituais, morais, intelectuais e de pessoas humildes, dentro de uma globalização sem fronteiras. Quem é melhor que quem? Ninguém. Cada pessoa tem, carrega, exerce valores variados de acordo com a capacidade que lhe foi confiada. Desde o lixeiro, homem humilde e sem estudos, ao mais alto escalão profissional da sociedade. Excluindo os que se desviaram da estrada e são pesos “irrecuperáveis” no trajeto...

Que seria da nossa cidade sem a habilidade e destreza do lixeiro! Ficaria num caos de contaminação, odores e bactérias; e os transportes coletivos, apinhados de passageiros, para chegar ao seu destino! Santo motorista! Bastam estes dois, porque falar do valor de cada pessoa, que contribui pra o desenvolvimento de uma nação, seria impossível. Tudo que temos chega em nossas mãos depois de passar por um processo de trabalho e transformação longo e minucioso. E vem os profissionais da saúda, agricultura, comércio, indústria e arte. Estou fazendo arte...Um livro seria pouco para descrever tal intento.

Atenho-me à educação, que é a mola propulsora na condução do mundo, e encaminha os rumos políticos e sociais, através de uma educação equilibrada, honesta responsável. É com esta educação recebida que o homem apresenta-se em qualquer lugar, onde quer que esteja e mostra os valores recebidos. Se em casa, “a base”, de todo processo educativo, ministrar valores com retidão, eles se enraízam com tal inteireza, que lá fora a degeneração do caráter torna-se difícil.

E nos bancos escolares, o educador tem o compromisso de uma educação integral. O alicerce trazido de casa requer que a parede receba cada tijolo, com uma argamassa bem dosada. Porém nenhum tijolo se firmará se as bases forem frágeis e o material usado for de baixa qualidade.

Estamos todos em déficit com a educação: Família, escola, sociedade, órgãos governamentais. Se cada um fizesse sua parte, não haveria tanta degeneração na sociedade, tantas mortes, medos, insatisfações, inseguranças...

A procura da felicidade, a paz e o amor são metas que queremos atingir e não estão a alcance das nossas mãos... Tudo está muito distante, tanto quanto alcançarmos a lua, o sol, à vontade de alcançar


SONIA NOGUEIRA

domingo, 18 de dezembro de 2011

SOU UMA PESSOA DE DENTRO PRA FORA



"Sou pessoa de dentro pra fora. Minha beleza está na minha essência e no meu caráter. Acredito em sonhos, não em utopia. Mas quando sonho, sonho alto. Estou aqui é pra viver, cair, aprender, levantar e seguir em frente.
Sou isso hoje...
Amanhã, já me reinventei.
Reinvento-me sempre que a vida pede um pouco mais de mim.
Sou complexa, sou mistura, sou mulher com cara de menina... E vice-versa. Me perco, me procuro e me acho. E quando necessário, enlouqueço e deixo rolar...
Não me dôo pela metade, não sou tua meio amiga nem teu quase amor. Ou sou tudo ou sou nada. Não suporto meio termos. Sou boba, mas não sou burra. Ingênua, mas não santa. Sou pessoa de riso fácil...e choro também!"Sou feita de flores e de aço....

Humildade X Orgulho




A verdadeira humildade é firme, segura, sóbria e jamais compartilha com a hipocrisia ou com a pieguice. A humildade é a mais nobre de todas as virtudes, pois somente ela predispõe o seu portador à sabedoria real. O contrário de humildade é orgulho, porque o orgulhoso nega tudo o que a humildade defende. O orgulhoso é soberbo, julga-se superior e esconde-se por trás da falsa humildade ou da tola vaidade. Alguns exemplos talvez tornem mas claras as nossas reflexões.







Quando uma pessoa humilde comete um erro, diz “eu me equivoquei”, pois sua intenção é de aprender, de crescer. Mas quando uma pessoa orgulhosa comete um erro, diz: “não foi minha culpa”, porque se acha acima de qualquer suspeita.






A pessoa humilde enfrenta qualquer dificuldade e sempre vence os problemas. A pessoa orgulhosa dá desculpas, mas não dá conta das suas obrigações e pendências. Uma pessoa humildade se compromete e realiza.






Uma pessoa orgulhosa se acha perfeita. A pessoa humilde diz: “eu sou bom, porém não tão bom quando gostaria de ser”. A pessoa humilde respeita aqueles que lhe são superiores e trata de aprender algo com todos. A orgulhosa resiste àqueles que lhe são superiores e trata de pôr-lhes defeitos.






O humilde sempre faz algo mais, além da sua obrigação. O orgulhoso não colabora e sempre diz: “eu faço o meu trabalho”.






Uma pessoa humilde diz: “deve haver uma maneira melhor para fazer isto, e eu vou descobrir”. A pessoa orgulhosa afirma: “sempre fiz assim e não vou mudar meu estilo”.






A pessoa orgulhosa não aceita críticas, a humildade está sempre disposta a ouvir todas as opiniões e a reter as melhores. Quem é humilde cresce sempre, quem é orgulhoso fica estagnado, iludido na falsa posição de superioridade.






O orgulhoso se diz cético, por achar que não pode haver nada no universo que ele desconheça, o humilde reverencia o criador todos os dias porque sabe que há muitas verdades que ainda desconhece. Uma pessoa humildade defende as idéias que julga nobres, sem se importar de quem elas venham. A pessoa orgulhosa defende sempre suas idéias, não porque acredite nelas, mas porque são suas.






Enfim, como se pode perceber, o orgulho é grilhão que impede a evolução das criaturas. A humildade é a chave que abre as portas da perfeição. Pense nisso!






Desconheço o autor

sábado, 17 de dezembro de 2011

Empatia : A base da Bondade.

Ao fazer minha pesquisa sobre empatia para escrever este texto encontrei uma série de termos relcionados: Compreensão, cuidado, dedicação,compaixão,afinidade, gentileza,e outras virtudes que nos falam da bondade de que somos capazes.
Empatia é a capacidade de se colocar no lugar do outro e sentir o que ele está sentindo, seja alegria ou tristeza ou qualquer sentimento entre o dois extremos
a Empatia é definida pela Enciclopédia Britânica como a " capacidade de se colocar no lugar do outroe compreender o que ele sente, suas idéias , atos . A palavra Vem do grego empatheia ,  que significa sentir dentro está relacionado a sentimento interior está intimamente relacionada à afinidade
"O coração de uma pessoa diante de ti é um espelho. Vê nele a tua própria forma"(Socrates)
 Empatia é a capacidade de ouvir, quando as pessoas falam ,ouça as atentamente, a maioria das pessoas nunca ouve.
  A boa comunicação começa quando ouvimos, todos temos necessidade de ser ouvidos . O bom ouvinte não apenas escolhe a outra pessoa, como gera melhor entendimento reduz a chance de conflitos e melhora os relacionamentos em qualquer ambiente, a capacidade de ouvir requer empatia, e ouvir com empatia é difícil a maioria das pessoas acha que ouvir é algo natural para todos nós, mas não é!ouvir é uma habilidade que precisa ser desevolvida.Como qualquer habilidade, exige prática, a parte mais difícil é treinar para nos concentrar-mos nas necessidades e sentimentos da outra pessoa. Ouvimos bem com os olhos e com o coração , ouvimos com nossos ouvidos mas ouvimos atentamente com o nosso ser..ouvir com empatia começa no contato visual é o sinal mais importante que podemos enviar pois transmite a mensagem , Eu estou ouvindo, eu estou interessada,
ouvir bem faz com que as pessoas se sintam valorizadas.
 As recompensas da Empatia vêm
melhora o nosso relacionamento com o sexo oposto, melhora o nosso relacionamento com o mesmo sexo
produz melhores conjugues, pais, professores e amigos, terapeutas, lideres em todas as áreas
Aumenta nossa inteligência emocional, nos torma mais anteciosos, doceis e gentis;nos ajuda a ser mais pacientes e indulgentes;nos deixa mais feliz, nos torna pessoas melhores
  A empatia ilumina as nossas necessidades mais profundas e não nos deixa esqueçer que a nossa sobrevivência depende da nossa capacidade de entender corretamente e reagir de maneira sensível ao outro ( Arthur p.Ciaramicoli, P.h.D)

sábado, 10 de dezembro de 2011

EU APRENDI.....

DEUS , me fez forte, me deu humildade, como princípio de uma longa caminhada rumo ao meu melhor. Me deu capacidade para amar, me deu capacidade para perdoar, e me deu um coração tranquilo e sereno...embora muitas vezes eu seja obrigada a gritar..o que mantêm sem mudanças é meu espirito de doação..Doar amor, doar segurança, doar meu tempo..me doar..foi um meio que encontrei para reiventar a vida todos os dias..e a cada novo dia..eu descubro uma nova forma de viver..e viver bem..na simplicidade, aceitando as diferenças...e aprendendo com meus erros..e aprendi muito...e estou aberta para viver...Viver é isso..é se conheçer todos os dias...e aprender que o amor próprio, reflete no amor que recebemos dos outros...que tudo o que damos a vida..ela nos devolve...Aprendi que cedo ou tarde..as coisas entram no lugar...Aprendi que uma pessoa pode te enganar por te enganar por periodo curto de tempo, mas nunca uma vida inteira...
Aprendi que quando se faz algo em beneficío de alguém depositamos no banco de crédito de DEUS..ele te devolve..por tanto também aprendi que agradeçer as pessoas que me ajudam a dar um passo a frente..também é uma forma de oração, pois ao dizer  "OBRIGADA" , estamos em sintonia com o criador
Aprendi que simplicidade, é autênticidade..Que olhar meu próximo com meu coração, eu consigo perceber melhor todas as suas particularidades, e com isso, aprendi a ser mais tolerante...Que amigos a gente conta nos dedos, mas devo conviver passivamente com todos que estão em minha volta....Aprendi que sempre que podemos, devemos fazer uma auto-análise de nossos atos, essa a melhor forma, de cuidar de si..sem perder tempo cuidando da vida dos outros..Aprendi que o tempo de DEus é diferente do meu...e que o que está nas minhas mãos eu posso perder..mas tudo que deposito nas mãos dele..eu possuo..
Eu aprendi que a vida só é completa e feliz se no coração existir
DEUS
AMOR
COMPAIXÃO
PERDÃO
ESPERANÇA

SABEDORIA
HUMILDADE...
E QUE HOJE É UM NOVO DIA
O AMANHÃ NÃO VOLTA MAIS
PORTANTO FAÇAMOS TUDO DE MELHOR HOJE
ASSIM REFLETIRÁ NO NOSSO AMANHÃ
E VICE-VERSA...

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Amigos são pedaços da Alma da gente

"... amigos são testemunhas vivas de nossas vidas". São fragmentos de nossa história, e em cada lembrança de um rosto amigo podemos recordar um momento de nosso passado, e amigos são muito mais do que momentos, são alianças que fazemos pela eternidade, mesmo que a amizade seja passageira, que dure apenas um contrato de trabalho, um período escolar ou as férias de verão, ainda assim, fica uma marca indelével na alma, ou, como dizia o próprio Milan Kundera, escritor tcheco, a insustentável leveza da amizade fica pairando sobre nossas lembranças.

Um amigo empresta sentimentos, doa carinho, atenção, gestos que ficam como fotografias arquivadas em nosso interior, e basta um gesto, uma voz, um perfume no ar, uma música, um cheiro de lenha queimada ou de terra molhada e já estamos recordando um amigo.
Quem tem amigos pode se dizer feliz, realizado, quem é amigo de alguém tem prazer em viver, em servir, em ter a companhia de quem transmite algo maior que o próprio amor, alias, a amizade é a essência do amor, é a base segura que leva duas pessoas, mesmo distantes se comunicarem, transmitirem conforto e até carinho mesmo com o oceano a separá-los.

Todo amigo é uma jóia, um tesouro que devemos guardar no precioso cofre chamado coração

sábado, 26 de novembro de 2011

Auto Estima

Auto-estima é a avaliação que a pessoa faz de si mesma, envolvendo crenças, emoções e comportamento. É a capacidade que a pessoa tem de respeitar, confiar e gostar de si.

A auto-estima é formada na infância, a partir do tratamento recebido, das relações estabelecidas com os pais, uma vez que esses servem de espelho para os filhos, quanto às identificações e sentimento de afeto. É através dessa interação afetiva que os sentimentos positivos ou negativos são desenvolvidos e a auto-imagem é construída.

Sendo assim, as experiências do passado influenciam significativamente na auto-estima durante a fase adulta.


Situações de perda, bem como frustrações, decepções e o não reconhecimento por parte dos outros e de si próprio podem abalar a auto-estima.

A auto-estima baixa pode ocasionar problemas psicológicos, como depressão, ansiedade, uma vez que interfere na maneira de ver o mundo e conseqüentemente no comportamento, provocando um sentimento de incapacidade, inadequação e insegurança.


A pessoa que vivencia uma auto-estima baixa pode investir em relações de dependência, que não são produtivas, já que sente necessidade de sempre ter alguém ao seu lado.

A auto-estima influencia em tudo que se faz, na escolha de relacionamentos, na vida profissional.

A confiança em si mesmo, o respeito dos próprios limites, o reconhecimento dos valores, o sentimento de capacidade e a expressão de sentimentos aumentam a auto-estima.

Pessoas que estão com a auto-estima elevada encaram a vida de frente e superam dificuldades.
( Patricia Lopes Dantas )

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

O que me faz realmente feliz

As ações que mais me realizam na vida estão todas voltadas  para aquelas , que eu posso ajudar ao meu Próximo, seja acalmando um paciente
seja apoiando meus amigos
seja ajudando alguém.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

PERDOAR


PERDOAR

Partindo desse principio, procuramos identificar o que precisa ser perdoado, quais são os sintomas do ressentimento e as conseqüências caso não abrimos o nosso coração para liberar perdão a quem nos ofendeu.
O guardar ressentimento é a causa de muitos problemas emocionais, e físicos, doenças, insônia, mal estar.
A primeira coisa que devemos aprender a respeito do perdão é : perdoamos, porque Jesus nos perdoou.
Tudo isso porque a pessoa que não perdoa não tem paz, quem não perdoa vive presa ao passado.
Mas isso também pode acontecer caso o perdão liberado não seja de todo coração. O verdadeiro perdão jamais coloca o outro numa posição de inferioridade, ou divida eterna.
Mas porque resistimos a liberar perdão?
“Por diversas razões”  - “uma delas pode ser o fato de pensarmos que se liberarmos o perdão a quem errou, nos torna coniventes com o erro, e a pessoa poderá pensar que está bem continuar errando”
No entanto, – “ devemos perdoar para não bloquearmos o nosso relacionamento com Deus”.
 E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores; Mt 6:12

DESAFIOS DA VIDA

Eu,ouvi esta semana, uma história bem interessante. Uma sábio professor, que chamaremos de  Maria  mostrava aos seus alunos a importância de se enfrentar os desafios da vida com coragem e discernimento. As vezes, dizia ela nós esquecemos tudo o que já vivenciamos, das dores, das ansiedades, dos medos pelos quais já passamos, e que estamos aqui hoje, aprendendo com novos desafios, que outrora, nem imaginávamos que iríamos passar. E com certeza, iremos no futuro, viver outros tipos de desafios, e venceremos todos eles, da mesma maneira que tem sido até hoje. E continuava a professora  “ se você hoje, está a ponto de não agüentar mais tantas dificuldades e obstáculos, eu lhe peço que volte no tempo, e sua memória irá lhe trazer fatos bons e ruins, situações talvez piores do que as de hoje, e você vai ver que tudo foi resolvido, de alguma maneira, e que os acontecimentos surgem de forma inesperada, sem que possamos fazer algo para que sejam modificados. Mas você, sobreviveu a todos eles, não é? . Me lembro bem, dizia a professora ,de um palestrante de auto ajuda, que era paraplégico, de nome Gerônimo. Ele só conseguia falar e ouvir, não podendo mover nem um dedo, e fazia suas palestras deitado em uma maca, para centenas de pessoas, em várias partes do mundo. Certa vez, uma repórter, lhe perguntou , o que seria para ele, a felicidade. Ele então, lhe respondeu: “ eu seria muito feliz, se pudesse, pelo menos uma vez, me virar de lado”. Então, minha gente, vamos parar de reclamar tanto de coisas tão insignificantes diante de outras bem mais relevantes que pessoas no mundo inteiro vivem. Fome, miséria absoluta, doenças incuráveis, e todo tipo de sofrimento. E continua o professora . Pense bem. Nós temos um teto para nos abrigar, temos uma família, temos roupas e sapatos, podemos comer arroz, feijão, bife, batata frita, e nos dias frios, uma sopinha bem quentinha, passeamos, vamos a festas, temos amigos, andamos de carro, de ônibus, de metrô, de navio, de avião, tomamos sorvete, comemos chocolate, estamos conectados ao mundo pela Internet, temos nossos bichinhos de estimação que nos dão carinho e fidelidade, etc., etc. Seria uma grande ajuda para todos nós, se pudéssemos lembrar de tudo isto, e sentir como somos felizes. Mesmo que algumas pessoas não consigam mais andar, ou estiverem com qualquer deficiência física, que elas não se esqueçam de que ainda possuem cérebro atuante, e que podem com que a vida lhes dá, realizar muitas e maravilhosas obras, capazes de mudar o mundo. Os desafios da vida, servem para nosso crescimento e evolução

O SER HUMANO



A verdadeira meta do ser humano é adquirir o conhecimento interior. O caminho para atingi-la é o amor incondicional. Amor é verdade, retidão. O universo se originou do amor de Deus. Toda a criação é sinal de amor; seus filhos também são sinais do amor de vocês, pais, avós... Nada haveria sem amor. Por isso, todo ser humano é essencialmente bom, divino. Mesmo o mais desvirtuado, desregrado, aquele com o qual a gente não sabe o que fazer, mesmo esse é vítima das circunstâncias ou fraquezas, mas ainda assim nele há uma chama divina. Nós nos acostumamos a relacionar o termo "ser humano" ao que é falho, defeituoso: "Sou humano, tenho meus defeitos..." ou "Errar é humano!" passou a ser justificativa para tudo. Mas não deveria, pois ser humano é possuir a essência divina e é a perda disso de vista que traz o caos ao mundo, quando nos esquecemos que Deus habita em nós e nos outros.
E é por existirem, dentro de nós, inúmeras qualidades e virtudes que devemos, desde cedo, fortalecê-las, cultivá-las e valorizá-las. O resultado será um ser humano excelente. Você duvida? Pois bem: se alguém lhe mostrar uma semente escura e feia dizendo que dentro dela há uma bela e perfumada flor, você acreditará, pois você sabe que da semente, cultivada em terra fértil, com cuidados, nasce a planta que produz a flor. Mas, e se eu disser que dentro de você – e de cada um de nós, e de nossas crianças – existe uma semente que, por mais imperfeita que possa parecer, dela nascerá uma excelente pessoa? Muitos duvidariam! Pois bem, é só providenciarmos o terreno fértil e dispensarmos cuidado!

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Auto conheçimento

O auto-conhecimento nos leva a uma profunda viagem ao nosso interior, fazendo nos compreender por que reagimos a uma determinada situação, tornando-nos capazes de fazer uma escolha mais consciente, e que consequentemente nos levará à uma satisfação e sentido de vida cada vez mais significativo.

domingo, 20 de novembro de 2011

Amor Próprio


O mais genuíno ato de amor por si mesmo consiste na difícil tarefa de fazer brilhar a luz que há dentro de nós. Quando não nos amamos, queremos agradar mais aos outros do que à nós, mendigamos o amor alheio, já que nos julgamos insuficientes ou incapazes de nos querer bem. Amar-se não significa trabalhar por privilégios e vantagens pessoais, mas o modo como vivemos conosco.Resume-se basicamente, na forma como tratamos a nós próprios. A relação que estabelecemos com nosso mundo íntimo, sobretudo, o respeito que exercemos àquilo que sentimos. A auto-estima surge quando levamos em conta e consideramos nossos sentimentos. O amor a si não se confunde com o egoísmo, porque quem tem atitude amorosa consigo está centrado . Deslocou o foco da atenção de seus sentimentos para a fonte de sabedoria e elevação, criando ressonância com o ritmo Divino. Amar-se é ir ao encontro do SI MESMO como denominava . A educação, é a chave para o progresso moral, portanto: . Responsabilidade: somos os únicos responsáveis pelos nossos sentimentos. Ética conosco: somos tratados como nos tratamos, como merecer o amor do outro, se não recebemos nem o nosso próprio amor.  Consciência: o sentimento expressa os recados da consciência. Juízo de valor: não existem sentimentos certos ou errados.  Automatismos e complexos: os sentimentos podem ser sustentados por mecanismos alheios à vontade ou intenção. Auto-amor é um aprendizado: construir um novo olhar sobre si, desenvolver sentimentos elevados em relação à nós.  Domínio de si : educar sentimentos é tomar posse de si.  Aceitação: só o amor a si através de uma relação pacífica com a sombra.  Renovação do sistema de crenças: superar preconceitos. Julgamentos formulados a partir do sistema de crenças desenvolvidas com base na opinião alheia desde criança.  Ação no bem: integração em projetos solidários, aquisição de valor pessoal e convivência com a dor alheia trazem gratidão e estima pelas vivências pessoais. Cuidando bem de nós próprios, somos levados a estender ao próximo o tratamento que aplicamos à nós.  Assertividade: zelar pelos limites do interesse pessoal.  A singularidade: sinal de maturidade. Construção da autonomia: capacidade de sustentar sentimentos nobres acerca de nõs próprios.  Ter rédeas sobre si mesmo: gerir a vida pessoal.  Identificação da intenções: reconhecer o que queremos. Amor-próprio é aprendizado e busca constante.

QUEM AMA É O HIPOTÁLAMO



As pesquisas começaram no sentido de tratar o amor e o mal  de amor como uma doença qualquer .Em 1978, o psiquiatra americano Donald Klein batizou de Disforia Bisteróide , ou doenças do amor " . O comportamento daquelas pessoas sobre tudo mulheres que se apaixonam ,regularmente e terminam a relação ,entram em depressão .Klein afirmava que os antidepressivos convencionais e a psicoterapia não surtiriam resultados com esses pacientes . E anunciou ter descoberto uma cura mais á  efetiva, antidepressivos chamado MAO de suas inicíais quimicas. Embora a sobra da histeria do século passado , tentavam se novas soluções.
 Enquanto isso , um outro grupo de pesquisadores, liderados pelo também psiquiatra Americano Michael Liebowitz, seguia outro grupo . O amor  não é uma emoção igual a qualquer outra, afirmava numa entrenvista em 1980 .Segundo ele, tratava se de uma emoção especial ,ligada á presença de um elemento químico no cérebro, a Fenilletilamina, anfitamina natural que estimula nosso prazer. Experiências , haviam demosntrado que surgindo ao despontar do amor , ela fazia desaparecer as defesas , as censuras e as inibições, permitindo que o sentimento fosse adiante.
  Ao mesmo tempo , o Psicólogo John Money relatava ter estudado pacientes que haviam sido submetido a diferentes tipos de cirurgias do cérebro ou que sofriam de uma deficiência pituitária. Em ambas as categorias , havia encontrado pessoas capazes de sentir númerosas emoções , mas não o amor. O lugar de procurar as causas do amor" dizia ele"não é no astral, mas dentro da cabeça das pessoas.
E foi lá que a Neuropsicobiologia , uma ciência revolucionária , foi busca-las, demostrando que as emoções correspondem a realidade físicas, químicas e hormonais.
(,No Livro Del'amour plein la Tête, ou la biologie de l'amour),publicado na França , o Dr Marc Shwob explica melhor esses mecanismos.Já sabíamos que a emoção , a intuição, e a estética estão localizadas no hemisfério direito do cérebro , que pode ser chamado de "Cérebro artista", enquanto a palavra, os números , a  abstração e a lógica  estão no hemisfério esquerdo ," o cérebro intelectual".Pois descobriu-se  que o amor a primeira vista corresponde a um estresse do amor, em que ao mesmo tempo em que o coração  acelera , as mãos suam, as pernas tremem, há um aumento dos hormônios tireoidianos, da insulina, cortisol. Tudo isso comandado pelo hipotálamo, associado ao cérebro emocional , sem que o cérebro intelectual consiga explicar o que ocorre.A paixão por sua vez, é devida a uma descarga de catecolaminas, hormônios do estresse , ordenada pelo cérebro emocional ao se aproximar se da pessoa amada .Esta descarga é tanto mais forte quanto mais a pessoas se assemelha ao modelo amoroso que cada um têm dentro de si.
Mas essa fase não dura indefinidamente. Passado algum tempo, e diminuindo a exitação , o cérebro emocional entra num estágio, que tudo indica ser ditado por outro elemento , as endorfinas. A presença do amado transmite então sensação de felicidade interior, de serenidade, fazendo com que aos poucos essa presença,de início agradável , se torne indispensável . È aquilo que poderia ser chamado de dependência de endorfinas.È como um dependente de alguma espécie de química ser privado dessa substância ,assim os enamorados privados de endorfinas entram em sofrimento privado das endorfinas pela súbita ruptura com o objeto do seu amor, sofre ansiedade, inônia, irritabilidade , seguida de desinteresse pela vida .
Esse processo é hormonal e explica até mesmo o tédio de certas relações .Pois enquanto o toxicômano pode aumentar suas doses para obter euforias , o organismo em estado de calma não consegue produzir  além de uma determinada quantidades de endorfinas. Para que isso aconteça, é necessária a interferência de fatores capazes de quebrar a monotonia e excitar novamente os sistemas de prazer
 de serotonina, o neurotransmissor  fundamental na regulação do humor

Texto do livro
E por falar de amor : Marina Colasanti

 i

Caribbean blue - Enya

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

"O bom mesmo, é quando a gente vai conhecendo a si próprio dia a dia, e que nessa descoberta a gente acabe se apaixonando por nós mesmos. Dizem que é mais ou menos por aí que está o segredo da felicidade"

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Atitudes que fazem a diferença

ELEGÂNCIA

Existe uma coisa difícil de ser ensinada e que, talvez por isso, esteja cada vez mais rara: a elegância do comportamento.
É um dom que vai muito além do uso correto dos talheres e que abrange bem mais do que dizer um simples obrigado.
É a elegância que nos acompanha da primeira hora da manhã até a hora de dormir e que se manifesta nas situações mais prosaicas, quando não há festa alguma nem fotógrafos por perto.
É uma elegância desobrigada.
É possível detecta-la nas pessoas que elogiam mais do que criticam, nas que escutam mais do que falam. E quando falam, passam longe da fofoca, das pequenas maldades ampliadas no boca a boca.
É possível detecta-la nas pessoas que não usam um tom superior de voz ao se dirigir a frentistas, nas pessoas que evitam assuntos constrangedores porque não sentem prazer em humilhar os outros.
É possível detecta-la em pessoas pontuais.
Elegante é quem demonstra interesse por assuntos que desconhece, é quem presenteia fora das datas festivas, e, ao receber uma ligação, não recomenda à secretária que pergunte antes quem está falando e só depois manda dizer se está ou não está.
Oferecer flores é sempre elegante.
É elegante você fazer algo por alguém e este alguém jamais saber disso...
É elegante não mudar seu estilo apenas para se adaptar ao outro.
É muito elegante não falar de dinheiro em bate-papos informais.
É elegante o silêncio, diante de uma rejeição.
Sobrenome, jóias e nariz empinado não substituem a elegância do gesto.
Não há livro que ensine alguém a ter uma visão generosa do mundo.
É elegante a gentileza...
Atitudes gentis, falam mais que mil imagens.
Abrir a porta para alguém... é muito elegante.
Dar o lugar para alguém sentar... é muito elegante.
Sorrir sempre é muito elegante e faz um bem danado para a alma...
Olhar nos olhos ao conversar é essencialmente elegante.
Pode-se tentar capturar esta delicadeza pela observação,
Mas tentar imita-la é improdutiva.
A saída é desenvolver a arte de conviver, que independe de status social: é só pedir licencinha para o nosso lado brucutu, que acha que “com amigo não tem que ter estas frescuras”.
Educação enferruja por falta de uso.
E, detalhe: não é frescura.


Reflexão





Quantas vezes nos deparamos com situações que tiram de nós o chão. È esse exato momento que muitas damos a volta por cima, descobrimos dentro de nós mesmo forças antes desconheçidas, e no meio da dor encontramos saidas, e mudamos nossas vidas para sempre, Uma vez  o enfretamento , não temos mais medo de nada, tudo que antes era caminho estranho, passa a ser um caminho fácil de ser percorrido, não é porque nos tornamos super heróis , mas sim, muitas vezes para vencer um problema, temos que mergulhar por dentro de nós mesmos e descobrir que ali naquele mundo nosso tão particular existe uma pessoa capaz de se superar. E ao superar-mos colocamos nosso pés sobre um solo firme.E então começa a grande mudança , é como se visitassemos um paraiso, e então encontramos forças para dar o primeiro passo rumo as mudanças necessárias em nossas vidas. E olhamos para trás e percebemos que adiante existe um mundo a ser explorado. Quando por razões inesperadas pessoas nos machucam, a primeira coisa que se passa é - Porque fizeram isso conosco? porque fomos traidos, porque muitas vezes as pessoas são oportunistas, e descobrimos que o amigo não era na verdade nosso amigo, aquela pessoa a qual você divide seu tempo e muitas vezes o pouco que você têm , não te disse nem muito obrigado, vêm a revolta, porém ao analisar friamente , ninguém nunca traiu a nossa confiança..Se quer conheçer alguém é so analisar as histórias anteriores, tanto nas amizades , quanto nos relacionamesntos..Se um amigo se aproximar e falar mal de todos os outros, podes crer, o problema é ele..se é  o namorado ou algo aquela mportância , e esse alguém começar a diminuir o outro vier, com magoas recentido, ou seja a vitima, não se iluda, a próxima vitima será  você com certeza.  Ninguém consegue dar o que não têm , impossível extrair de um algodoeiro , maças, impossível extrair de de uma fruta seca , nectar.Muitas vezes nós nos enganamos e costumamos transferir para o outro o erro cometido por nós..Quando nos deparamos com aquela pessoa pobre de espirito, pobre de valores, querendo ser melhor que todo mundo, desprovido de humildade, essa pessoa só têm aquilo, e por essa razão tenta ser superior, mas isso não leva a nada apenas deixa claro, que esse é a unica forma de agir, para estar bem com seu ego, . quem esta seguro de si, não quer se apareçer , muito menos quer passar a impressão de que ele é o dono do mundo , isso é baixo auto estima.E è sem dúvida a pessoa que desconheçe humildade..A humildade constrói lideres , ganha espaço, e promoção inclusive como ser humano..



domingo, 30 de outubro de 2011

ABRINDO OS CATIVEIROS QUE EXISTEM EM NÓS

É hora de reacção. A aprovação foi feita,Neste mundo de sequestrados e sequestradores,há sempre um detalhe da história que nos toca , ou porque vivemos um dos lados da trama , protoganizamos o sequestro de alguém ,ou porque estamos vivendo os lamentos de um cativeiro que fomos colocados , ou porque simplesmente descobrimos que há muitas aplicações deste texto em nossa vida .Não importa onde estamos, mas sim onde queremos chegar , não importa o que fizemos até agora, mas o sim que, o que podemos fazer com tudo o que fizemos até esse momento.Creio que sempre é tempo de abrir cativeiros, ou para que o outro saia , ou para que nós saiamos.A qualidade de nossa vida depende da qualidade de nossas relações.Rerioentar a conduta sobretudo quando identificamos os desvios que nos levam para longe de nós mesmos , é, a atitude mais sábia que podemos adotar.Reassumir a capacidade de voltar a posse do que somos e consequentemente dar ao outro o melhor que podemos oferecer é um jeito interessante que temos de humanizar-nos ainda mais.Humanidade é o processo a ser construído.Somos mais humanos á medida que somos livres, resgatamos os cativeiros e lhes devolvemos o direito de serem livres.Promover a liberdade, defender e propagar a força da linguagem simbólica é uma forma de traduzir o Evangelho nos dias de hoje.Há muitos cativeiros a serem abertos , há muitas prisões a serem quebradas , preconceitos, visões apressadas , conceitos distorcidos, desumanizações em nome de Deus, cativeiros em nome do amor, pessoas dominadas , sem vontade própria, entregue aos domínios dos diabólicos de plantões
Uma coisa é certa. O perigo do sequestro da subjectividade mora ao lado , e de alguma forma ele já nos atingiu.Em proporções diversas, em intensidades diferenciada, esse malefício contemporâneo já nos esbarrou.
O importante é a reflexão que podemos fazer. representar  as relações que foram marcantes em nossa vida na análise que precisamos fazer . Perguntas são bem vindas na vida de quem cresce.Há perguntas que não precisam ser respondidas com pressa, são perguntas que perteçem ao mundo da reflexão que não para.São perguntas que possuem o dom de fertilizar o plantio que somos nós.Perguntar -se de uma maneira interessante de se descobris como pessoa. Por isso as perguntas são pontes que nos favorecem travessias.
perguntas como, onde nasci, onde vivi, perguntas que nos conduzem pelos tortuosos caminhos da construção humana.
Dos relacionamentos que você já teve, quais foram as ocasiões em que verdadeiramente você foi modificado para melhor?
Quais pessoas que passaram por sua vida, lhe deixaram saudades e que você faz questão de cultivar?
Quem foram as pessoas que mais favoreceram seu crescimento afectivo, proporcionando-lhe uma relação  que pudesse entrar em contado com seus defeitos, qualidades, e consequentemente lhe ajudaram no processo de se tornar pessoa?
Onde é que você pode identificar ,nas páginas de sua história, os acontecimentos em que sua liberdade foi promovida por alguém?
O contrário também precisa ser perguntado. Quais foram as pessoas que mais deixaram marcas negativas dentro de você?
Quais são as piores lembranças que estão registradas em sua memória afectiva?
Quantas e quais pessoas desempenharam em sua vida o papel de sequestrador, mantendo -os no território minguado de um amor possessivo, desumanizado?
Quantas vezes você pôde identificar em seu coração um jeito estranho de querer possuir o outro, impedindo-o de exercer sua liberdade?
Será que você é lembrança doida na vida de alguém?
será que já construiu cativeiros será que já viveu em algum?
Será que é capaz de pagar o resgate de alguém
Com sua palavra, sua atitude, com o seu jeito  de viver?
Será que já idealizou demais as situações, as pessoas e por isso perdeu a oportunidade de encontrar nessas situações as pessoas certas
Se hoje tivesse a oportunidade de classificar sua postura para o mundo como você a definiria?
Simbólica, ou possessivo?
Seja quais forem suas respostas, não tenha medo delas. Mais vale uma verdade amarga que tenha o poder de nos fazer crescer do que uma mentira adocicada, que nos mantenha acorrentados no cativeiro da ignorância. Hoje é dia de resgate.
A porta foi aberta . È só sair
Padre Fábio de Melo.
livro Quem me Roubou de Mim.

sábado, 29 de outubro de 2011

A felicidade

A felicidade é algo muito relativo, há quem busque no dinheiro, outros em um ótimo emprego, outros apostam tudo em um grande amor. Mas esse sentimento, chamado FELICIDADE, esta dentro de cada um nós, apartir do momento em que saibamos onde encontra-la e descobrir nos aconteçimentos mais simples da vida. Hoje assistia um video sobre o trabalho de um médico realizado em Porto Principe, ali naquela cidade ainda desvastada, pela tragédia de 2009, via meninos correndo por entre o barracos, a noite as reuniões para jogar futebol , naquele lugar sombrio, e triste na minha opnião, eu não consegui observar durante todo o filme, que não havia tristeza.Dentro dos hospitais se via sorrisos, pessoas sem uma das pernas ou ambas, braços , pessoas mutiladas , a felicidade de receber uma prótese, era sem tamanho, e nós muitas vezes não agradecemos a Deus por ter o nosso corpo perfeito, muitas vezes deixamos de sorrir de se alimentar porque ganhou-se um quilo a mais..A felicidade esta nos escombros de uma cidade em reconstrução, está no relacionamento que se acabou, pois importa o que viveu nesse relacionamento, não acostumamos a contar e medir por momentos de felicidades, mas sim o que nos amargura, a felicidade está na família, na simplicidade de nossos pais, na reunião de família , mesmo com as diferenças, a felicidade existe para quem sabe olhar a vida com sensibilidade. Esta na simplicidade dos detalhes, devemos valorizar cada segundo que vivemos,pois se assim fizessemos, não existiria infelicidade. A felicidade esta no trabalho que fazemos com amor, na ajuda que oferecemos ao próximo, sem esperar " muito obrigado ". Está no abraço no aperto de mão, esta na vida que insiste em nascer. Esta no amor que damos, esta no saber perceber o verdadeiro sentido da vida.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

MULHER

Eu quando vou falar sobre o valor de uma mulher costumo me impolgar , alias não me falta isnpiração para falar de um ser no qual tambem represento, os homens que me desculpe, mas aqui estou para falar de nós, guerreiras, isso de sexo frágil coisa ultrapassada, hoje sendo uma mulher na melhor fase da vida, me conheçendo consigo ver com os olhos da alma esse ser tão abençoado criado por DEUS, as muitas mulheres, que existe nesse mundo , aquelas cuja existência não pode deixar ser desperçebida, a mulher de fibra que cria seus filhos sozinhas, sendo mãe e pai , sustentado esses filhos que na verdade tem um pai, mas de tão fraco e covarde muitas vezes deixa pra mãe a missão de educar, alimentar, passar noites acordadas enquanto ele optou por uma vida livre, escolhendo o mundo a liberdade a casinha da mamãe o chazinho de madrugada depois de uma noitada de farra, porque é comodo, muito mais do que auxiliar a mãe dos seus na luta pela vida , Aquela mulher que é dona de casa, empresária esposa e mãe , Aquela que luta pra dar a vida, aquela mulher que enfrenta desafios, seus medos e se torna uma fera quando alguém toca no ser amado..Fico muito revoltada quando me deparo com uma mulher, que esqueçe quão grande é seu valor diante da vida do mundo e das pessoas, que muitas vezes se humilha , mendigando o amor de alguém que não mereçe nem pena , porque querendo ou não pena é um sentimento. Quantas mulheres moram sozinhas? Muitas . Os homens a  maioria prefere a casinha da mamãe, nós não. Enfretamos tudo ,sem medo.
Geramos uma vida , carregamos por 9 meses no ventre, damos a luz sofremos durante todo o periodo, basta ver mos o rosto do pequenino  as lágrimas de alegrias toma conta, e tudo fica pra trás , vem as noites mal dormidas, tudo compesado por um sorriso, e o premio maior, ser chamada de MAMÂE.
Se todas as mulheres olhaçem para si e tomasse consciência do valor imenso que tem , não existiria mulher mal amada, porque somos a expressão perfeita do amor. Hoje ocupa seu espaço, desde a gerência de uma empresa , como governar o BRASIL . Um Paìs, uma nação..isso não é pouca coisa.
Sou apaixonada pelo ser MULHER e muito feliz por ser uma mulher. Parabéns a nós mulheres fortes, um brinde a nossas lutas, um brinde as nossas conquistas..UM brinde a graça de nascer-mos mulheres..

quarta-feira, 16 de março de 2011

Informãções sobre os direito da mulher



 


 
 
 
 
 
 
Mais Informações sobre Violência Sexual contra a Mulher:
As Nações Unidas definem violência contra a mulher como:

"Qualquer ato de violência baseado na diferença de gênero, que resulte em sofrimentos e danos físicos, sexuais e psicológicos da mulher; inclusive ameças de tais atos, coerção e privação da liberdade seja na vida pública ou privada". - Conselho Social e Econômico, Nações Unidas (1992).

Violência contra a mulher é um sério problema de saúde pública, assim como uma violação dos direitos humanos. Existem muitas formas de violência contra a mulher, dentre elas a violência psicológica, a física e a sexual. E todas essas formas de violência podem ter sérias implicações para a saúde sexual e reprodutiva da mulher. Violência contra a mulher também pode ser institucional, ou seja quando os serviços oferecidos por uma instituição e sistemas públicos são prestados em condições inadequadas resultando em danos físicos e psicológicos para a mulher (por exemplo: longas esperas para receber tratamento, intimidação, mal trato verbal, ameaças e falta de medicamentos).
Violência e a saúde da mulher

Em muitas culturas, a violência contra a mulher é aceita; e normas sociais sugerem que a mulher é a própria culpada da violência por ela sofrida apenas pelo fato de ser mulher. Essas atitudes sociais podem ser exercidas também por profissionais da área de saúde, resultando algumas vezes no tratamento inadequado ou impróprio quando se trata de uma mulher vítima de violência que busca atendimento de saúde.

A violência contra a mulher pode ter tanto efeitos de longo prazo, quanto de curto prazo. Algumas vezes o resultado pode inclusive ser fatal. Por exemplo: Uma violência sexual pode resultar em uma gravidez indesejada que por sua vez leva a prática do aborto inseguro. Mulheres que vivem com parceiros violentos podem não ter escolha no uso de métodos anticoncepcionais. Além disso a violência pode ainda contribuir com abortos espontâneos, e o aumento do risco de infecções por doenças sexualmente transmissíveis como por exemplo o HIV/ AIDS.
A violência e os direitos da mulher
Vários acordos internacionais manifestam claramente que a violência contra a mulher constitui uma violação dos direitos humanos. Por exemplo:
• Em 1979, a Assembléia Geral das Nações Unidas adotaram a "Convenção de Eliminação de todas as formas de discriminação contra a mulher", conhecida como a Lei Internacional dos Direitos da Mulher. Essa convenção define o que se constitui discriminação contra a mulher e estabelece uma agenda de ações a fim de acabar com a discriminação.
• Em 1993, a Assembléia Geral das Nações Unidas aprovou a "Declaração da Eliminação da Violência contra a Mulher", o primeiro documento internacional de direitos humanos focado exclusivamente na violência contra a mulher. Esse documento afirma que a violência contra a mulher viola e degrada os direitos humanos da mulher em seus aspectos fundamentais de liberdade.
• Em 1995, a Plataforma por Ação de Beijing (da Quarta Conferência Mundial da Mulher) chama a atenção dos governos a "condenarem a violência contra a mulher e eliminarem alegações baseadas em tradições, costumes, e religião como forma de desculpas por se manterem afastados de suas obrigações com respeito a "Declaração da Eliminação da Violência contra a Mulher".
A ratificação por parte de 184 países, em setembro de 2006, da Convenção para a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra a Mulher, e várias conferências mundiais sobre mulheres, culminando com a Declaração e Plataforma para Ação de Pequim, em 1995, estabeleceram em termos cada vez mais concretos os desafios a serem enfrentados e as ações necessárias para aumentar o poder da mulher.

No Brasil, a violência contra a mulher é crime e a Lei 11.340/2006, conhecida como Lei Maria da Penha, coíbe a violência doméstica e familiar contra as mulheres. Uma das grandes conquistas dessa Lei foi reconhecer que quando essas violências contra a mulher acontecem no ambiente doméstico ou são cometidas por pessoas que têm ou tiveram intimidade com a vítima, tais como maridos, noivos ou namorados (atuais ou ex), é preciso um olhar e uma atuação específica da polícia, da justiça e de um conjunto de órgãos governamentais.

Além disso, a lei federal 10.778/2003 estabelece a notificação compulsória, no território nacional, dos casos de violência contra a mulher atendida em serviços de saúde públicos ou privados. A notificação é um importante instrumento para o planejamento de políticas públicas para eliminar a violência contra a mulher, tendo como base as informações coletadas pelos serviços de saúde, tais como: onde a violência acontece, que tipo de violência ocorre com mais frequência, quem comete a violência, qual é o perfil da mulher que sofre a violência, etc.

No entanto, apesar desses ganhos e compromissos, as promessas ainda não se materializaram para muitas mulheres, adolescentes e crianças do sexo feminino. Desde as crianças excluídas da educação em razão do gênero até adolescentes que podem morrer em decorrência de problemas relacionados à gravidez e ao parto, ou que enfrentam violência e abuso sexual, a discriminação de gênero leva a violações de direitos que repercutirão em todo o ciclo de vida.

(Fundo das Nações Unidas para a Infância. Situação mundial da infância 2007 - Capítulo 5. In:Mulheres e crianças: o duplo dividendo da igualdade de gênero. Unicef, 2006 (o documento completo pode ser acessado em http://www.unicef.org/brazil/smi7 )
Ipas e a violência contra a mulher
Ipas é uma organização focada nos elos que ligam: violência contra a mulher, gravidez indesejada, e o aborto inseguro em seus processos, políticas e trabalho de pesquisa em todo o mundo. As atividades de Ipas nessa área incluem:
• Trabalho com a Sociedade de Ginecologia e Obstetrícia de Monterrey com a Secretaria de Saúde de Nueva León na organização de um simpósio referente ao problema da violência contra a mulher que ofereça recomendações em aconselhamento na área de saúde às vítimas de violência.
• Organização do primeiro encontro sobre violência sexual contra a mulher na Bolívia, com o apoio do Ministério de Gênero, a fim de discutir o problema de violência sexual no país, revisar as leis existentes que protegem as vítimas e desenvolver recomendações para uma maior implementação dessas leis além do aumento do acesso das mulheres aos serviços de saúde pública adequados.
• Inicializou um modelo de aconselhamento em saúde para vítimas de violência sexual, que incui aspectos legais, suporte psicológico e assistência médica no México.
No Brasil:
  • Iniciou vários projetos de violência contra a mulher em parceria com orgãos governamentais e não-governamentais que visam a formação de redes de serviços de assistência para mulheres e adolescentes vítimas da violência sexual e doméstica na região Norte do Brasil
  • Desenvolveu publicações e pesquisas sobre o impacto da violência na vida das mulheres e sobre a magnitude do aborto
  • Integrou o Grupo Técnico do Ministério da Saúde para elaboração da Norma de Atenção Humanizada ao Abortamento
  • Ministrou capacitações para Melhoria da Atenção ao Abortamento, tendo papel fomentador das discussões e cursos nos Congressos da FEBRASGO, nas Agendas das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia, e nos CRMs dos Estados.
  • Desenvolveu medidas e intervenções recomendadas para tratar do problema da violência contra a mulher, além de coletar estatísticas sobre o tema.

 Referências Bibliográficas:> Conselho Social e Econômico, Nações Unidas, 1992. Relatório do Trabalho de Grupo na Violência contra a Mulher - Viena - Nações Unidas
> Ipas, 2001. Violência, Gravidez Indesejada e Aborto: Um tema esquecido sobre os direitos da mulher
>Banco Mundial, 1993. Relatório de Desenvolvimento Mundial de 1993: Investindo na Saúde. Nova Iorque, Oxford: University Press
>Organização Mundial de Saúde, 1997. Violência contra a mulher. Geneva, WHO.
>Federação Internacional em Planejamento Familiar. Violência Baseada em Gênero.

LINKS IMPORTANTES SOBRE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER NO BRASIL:
Prevenção e Tratamento dos Agravos Resultantes da Violência Sexual contra Mulheres e Adolescentes: norma técnica. 2ª ed. atual. e ampl. Brasília: Ministério da Saúde, 2005 (em PDF) CFEMEA, PORTAL VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER (Inst. Patrícia Galvão) e CEPIA
Mais documentos sobre a violência contra a mulher na biblioteca online

segunda-feira, 14 de março de 2011

Direitos da mulher

Alimentos e depressão

ALIMENTOS E DEPRESSÃO

Existem alimentos que auxiliam no combate à depressão, veja abaixo:
Para pessoas que se sentem deprimidas ou pouco dispostas, deve-se aumentar na alimentação diária o consumo de carboidrato, que encontramos nos pães, arroz, massas etc. Ele tem relação direta com os níveis de “serotonina” no cérebro, onde após seu consumo temos uma sensação prazerosa, afastando o desânimo.
Alimentos* que combatem a depressão:
Banana, espinafre, alho, maçã, laranja, arroz integral, peixe e frutos do mar, aveia, pães, massas, mamão, batata, inhame, mandioca, biscoitos, cereais, farináceos, mel, chocolate e uva passa.
* Alimentos que prejudicam a depressão:
Café, chá preto, chá mate, refrigerantes, chocolate e guaraná em pó são estimulantes e podem aumentar a ansiedade.
OBS: A vitamina C aumenta o ânimo, adultos deve consumir ao menos 45mg diários de vitamina C (alimentos fontes: couve, laranja, acerola, limão, kiwi, mamão, morango e suplementos ricos em vitamina C)

TPM

Às vésperas do ciclo menstrual, quando começam os sintomas de mau humor, dor de cabeça, inchaço e irritação, é preciso evitar alguns alimentos que só fazem aumentar o problema
Evitar a TPM por completo é praticamente impossível devido a gangorra hormonal que as mulheres enfrentam mensalmente. Poucas são as felizardas que não sentem nada nesta época do mês. Mas é possível amenizar esse distúrbio com atitudes simples relacionadas à alimentação. Confira:
- Chá de camomila e de maracujá aliviam as crises nervosas e promovem uma sensação de relaxamento. São ideais para mulheres com sintomas de ansiedade e nervosismo.
- Óleo de prímula é um produto natural que tem ácido linoleico, um tipo de ácido graxo essencial para o bom funcionamento do organismo. Ele melhora o trânsito intestinal e diminui o inchaço do corpo.
- Frutas são ricas em magnésio e as mulheres com tensão pré-menstrual podem apresentar baixo nível desse mineral. Banana, figo e frutos do mar são recomendados neste período.
- Evite o excesso de sal, que favorece a retenção de líquido e o inchaço. Para desinchar, o recomendado são alimentos como a melancia, agrião e aspargo.
- Álcool além de aumentar a instabilidade emocional, também pode desencadear dores de cabeça, fadiga, insônia e até mesmo a depressão. Fuja deles.
- Diminua no chocolate. Apesar da vontade de comer o doce aumentar durante a TPM, ele piora os sintomas, pois tem substâncias excitantes.
- A cafeína também deve ser evitada. Café, chá-preto e alguns refrigerantes aumentam a ansiedade, a insônia e a instabilidade emocional. Este tipo de bebida excita o sistema nervoso central.

terça-feira, 8 de março de 2011

A beleza de uma mulher

A beleza de uma mulher não está nas roupas que ela usa, na imagem que ela carrega, ou na maneira que penteia os cabelos. A beleza de uma mulher tem que ser vista a partir dos seus olhos porque essa é a porta para o seu coração, o lugar onde o amor reside. A beleza de uma mulher não está nas marcas do seu rosto mas está refletida na sua alma. Está no cuidado que ela amorosamente tem pelos outros. A beleza de uma mulher, com o passar dos anos, apenas cresce. Você é essa mulher extraordinária e fenomenal, acredite e vença todos os obstáculos

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

MULHER

------------------------------------------------------------------------------ 
 

Mulheres fracas, fortes.
Não importa.
Mulheres mostram que mesmo através da fragilidade.
São fortes o bastante para erguerem sempre cabeça
Sem desistir, pois sabemos que somos capazes de vencer.

Temos a delicadeza das flores
A força de ser mãe,
O carinho de ser esposa,
Reciprocidade de ser amiga,
A paixão de ser amante,
E o amor por ser mulher!

Somos fêmeas guerreiras, vencedoras,
Somos sempre o tema de um poema
Distribuímos paixão, meiguice, força, carinho, amor.

Somos um pouco de tudo
Calmas, agitadas, lentas!
Vaidosas, charmosas, turbulentas.

Mulheres fortes e lutadoras.
Mulheres conquistadoras
Que amam e querem ser amadas
Elegantes e repletas de inteligência

Com paciência
O mundo soube conquistar.
Mulheres duras, fracas.
Mulheres de todas raças
Mulheres guerreiras
Mulheres sem fronteiras
Mulheres... mulheres...

Vida que segue

Eu sei que, como eu, você também gostaria de entender os acontecimentos da vida. Às vezes tudo caminha bem, aparentemente a felicidade po...