terça-feira, 27 de dezembro de 2011

A vida é feita de escolhas.....

Acredito piamente que a vida de cada um de nós é composta por uma sucessão ininterrupta de escolhas. Fazemos escolhas todo tempo, desde as mais simples e automáticas, até as mais complexas, elaboradas e planejadas. Quanto mais maduros e conscientes nos tornamos, melhores e mais acertadas são as nossas escolhas.

Assim também é com o amor. Nós podemos escolher entre amar e não amar. Afinal de contas, o amor é um risco, um grande e incontrolável risco. Incontrolável porque jamais poderemos obter garantias ou certezas referentes ao que sentimos e muito menos ao que sentem por nós. E grande porque o amor é um sentimento intenso, profundo e, portanto, como diz o ditado, quanto mais alto, maior pode ser o tombo!

Por isso mesmo, admiro e procuro aprender, a cada dia, com os corajosos, aqueles que se arriscam a amar e apostam o melhor de si num relacionamento, apesar das possíveis perdas. Descubro que o amor é um dom que deve vir acompanhado de coragem, determinação e ética.

Não basta desejarmos estar ao lado de alguém, precisamos merecer. Precisamos exercitar nossa honestidade e superar nossos instintos mais primitivos. É num relacionamento íntimo e baseado num sentimento tão complexo quanto o amor que temos a oportunidade de averiguar nossa maturidade.

Quanto conseguimos ser verdadeiros com o outro e com a gente mesmo sem desrespeitar a pessoa amada? Quanto conseguimos nos colocar no lugar dela e perceber a dimensão da sua dor? Quanto somos capazes de resistir aos nossos impulsos em nome de algo superior, mais importante e mais maduro?

Amar é, definitivamente, uma escolha que pede responsabilidade. É verdade que todos nós cometemos erros. Mas quando o amor é o elo que une duas pessoas, independentemente de sangue, família ou obrigações sociais, é preciso tomar muito cuidado, levar muito o outro em conta para evitar estragos permanentes, quebras dolorosas demais.

O fato é que todos nós nos questionamos, em muitos momentos, se realmente vale a pena correr tantos riscos. Sim, porque toda pessoa que ama corre o risco de perder a pessoa amada, de não ser correspondida, de ser traída, de ser enganada, enfim, de sofrer mais do que imagina que poderia suportar. Então, apenas os fortes escolhem amar!

Não são os medos que mudam, mas as atitudes que cada um toma perante os medos. Novamente voltamos ao ponto: a vida é feita de escolhas. Todos nós podemos mentir, trair, enganar e ferir o outro. Mas também todos nós podemos não mentir, não trair, não enganar e não ferir o outro.

Cada qual com o seu melhor, nas suas possibilidades e na sua maturidade, consciente ou não de seus objetivos, faz as suas próprias escolhas. E depois, arca com as inevitáveis conseqüências destas.

Sugiro que você se empenhe em ser forte a fim de poder usufruir os ganhos do amor e, sobretudo, evitar as dolorosas perdas. Mas se perceber que ainda não está pronto, seja honesto, seja humilde e ao invés de deixar cair ou de jogar no chão um coração que está em suas mãos, apenas deixe-o, apenas admita que não está conseguindo carregá-lo...

E então você, talvez, consiga compreender de fato a frase escrita por Antoine de Saint Exupéry, em seu best seller O Pequeno Príncipe:
Você se torna eternamente responsável por aquilo que cativa.

Porque muito mais difícil do que ficar ao lado de alguém para sempre é ficar por inteiro, é fazer com que seja absolutamente verdadeiro! E é exatamente isso que significa sermos responsáveis por aquilo que cativamos...




(Rosana Braga

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

AMOR





É comum as pessoas as dizerem que se amam, mas o Amor Próprio é muito mais profundo do que se imagina. Pergunte sempre: Você gosta de você? É feliz na sua vida? Faz todas as coisas que lhe fazem bem? Costumar tomar decisões em favor de sua felicidade? Lógicamente que a maioria das respostas serão “não”. E aí eu pergunto: se você não se ama, se você não procura fazer sua felicidade, como pode amar outra pessoa? Como pode dar algo que não tem? As pessoas dizem que ama outra pessoa, mas esta não é a realidade. O que acontece é que essa pessoa deve estar apaixonada e paixão é bem diferente de amor, deve estar querendo amor de verdade, mas não consegue.
Dentro de cada um de nós existe uma vibração magnética que produz o magnetismo do amor. Quando a pessoa se ama de verdade, essa vibração magnética começa a irradiar um fluxo de energia especial, que se expande sobre todas as pessoas de seu convívio, até mesmo alguém que você não conheça, quando se lhe aproxima sente um calor ou um sentimento de amor, sente vontade de ficar ao seu lado, de conversar, estreitar laços de amizade. Este encontro magnético acontece porque existe em você um fator de atração do Amor Próprio, e este só acontece quando alguém irradia telepáticamente e, logicamente, só conseguirá irradiar esta energia se realmente o estiver sentindo. É por esta razão que muitas vezes alguma pessoas não se sentem bem ao lado das outras e, dependendo da situação, envolve também a falta de conhecimento – algumas pessoas pensam que a outra pode estar “carregada” e por isso não se sentem bem a seu lado. Mas, a verdade é que esta pessoa não está carregada no sentido literal da palavra; o que acontece é que ela está sem nenhum Amor Próprio e, desta forma, passa no espaço esta sensação de negatividade. Uma pessoa que não se ama não está preparada para atrair a pessoa certa no amor e, quando atrai alguém, certamente será a pessoa errada e futuramente verá o erro que cometeu.
Muitos querem encontrar a sua verdadeira Alma Gêmea, mas como, se não existe o principal dentro dela? E assim vai levando a sua vida até chegar o cansaço, comodismo e a conclusão de que o mundo não presta, que o amor não existe.
Toda pessoa que não se ama, acaba atraindo também pessoas sem Amor Próprio (semelhantes se atraem ) e, devido a esta atração começam a acontecer problemas em relação à afetividade. Acabam sempre dividindo mágoas e ressentimentos, não chegando a lugar nenhum.
Muitas vezes, uma pessoa que se ama é obrigada a conviver com outras que não se amam, e neste caso, a primeira deverá sentir-se como um verdadeiro núcleo. Muitas vezes é obrigada a conviver por razões comerciais, familiares ou sociais, mas isto não quer dizer que está se misturando de forma sintonizada.
É comum as pessoas as dizerem que se amam, mas o Amor Próprio é muito mais profundo do que se imagina. Pergunte sempre: Você gosta de você? É feliz na sua vida? Faz todas as coisas que lhe fazem bem? Costumar tomar decisões em favor de sua felicidade? Lógicamente que a maioria das respostas serão “não”. E aí eu pergunto: se você não se ama, se você não procura fazer sua felicidade, como pode amar outra pessoa? Como pode dar algo que não tem? As pessoas dizem que ama outra pessoa, mas esta não é a realidade. O que acontece é que essa pessoa deve estar apaixonada e paixão é bem diferente de amor, deve estar querendo amor de verdade, mas não consegue.
Dentro de cada um de nós existe uma vibração magnética que produz o magnetismo do amor. Quando a pessoa se ama de verdade, essa vibração magnética começa a irradiar um fluxo de energia especial, que se expande sobre todas as pessoas de seu convívio, até mesmo alguém que você não conheça, quando se lhe aproxima sente um calor ou um sentimento de amor, sente vontade de ficar ao seu lado, de conversar, estreitar laços de amizade. Este encontro magnético acontece porque existe em você um fator de atração do Amor Próprio, e este só acontece quando alguém irradia telepáticamente e, logicamente, só conseguirá irradiar esta energia se realmente o estiver sentindo. É por esta razão que muitas vezes alguma pessoas não se sentem bem ao lado das outras e, dependendo da situação, envolve também a falta de conhecimento – algumas pessoas pensam que a outra pode estar “carregada” e por isso não se sentem bem a seu lado. Mas, a verdade é que esta pessoa não está carregada no sentido literal da palavra; o que acontece é que ela está sem nenhum Amor Próprio e, desta forma, passa no espaço esta sensação de negatividade. Uma pessoa que não se ama não está preparada para atrair a pessoa certa no amor e, quando atrai alguém, certamente será a pessoa errada e futuramente verá o erro que cometeu.
Muitos querem encontrar a sua verdadeira Alma Gêmea, mas como, se não existe o principal dentro dela? E assim vai levando a sua vida até chegar o cansaço, comodismo e a conclusão de que o mundo não presta, que o amor não existe.
Toda pessoa que não se ama, acaba atraindo também pessoas sem Amor Próprio (semelhantes se atraem ) e, devido a esta atração começam a acontecer problemas em relação à afetividade. Acabam sempre dividindo mágoas e ressentimentos, não chegando a lugar nenhum.
Muitas vezes, uma pessoa que se ama é obrigada a conviver com outras que não se amam, e neste caso, a primeira deverá sentir-se como um verdadeiro núcleo. Muitas vezes é obrigada a conviver por razões comerciais, familiares ou sociais, mas isto não quer dizer que está se misturando de forma sintonizada.




O VALOR DE CADA PESSOA




Vivemos numa sociedade de valores espirituais, morais, intelectuais e de pessoas humildes, dentro de uma globalização sem fronteiras. Quem é melhor que quem? Ninguém. Cada pessoa tem, carrega, exerce valores variados de acordo com a capacidade que lhe foi confiada. Desde o lixeiro, homem humilde e sem estudos, ao mais alto escalão profissional da sociedade. Excluindo os que se desviaram da estrada e são pesos “irrecuperáveis” no trajeto...

Que seria da nossa cidade sem a habilidade e destreza do lixeiro! Ficaria num caos de contaminação, odores e bactérias; e os transportes coletivos, apinhados de passageiros, para chegar ao seu destino! Santo motorista! Bastam estes dois, porque falar do valor de cada pessoa, que contribui pra o desenvolvimento de uma nação, seria impossível. Tudo que temos chega em nossas mãos depois de passar por um processo de trabalho e transformação longo e minucioso. E vem os profissionais da saúda, agricultura, comércio, indústria e arte. Estou fazendo arte...Um livro seria pouco para descrever tal intento.

Atenho-me à educação, que é a mola propulsora na condução do mundo, e encaminha os rumos políticos e sociais, através de uma educação equilibrada, honesta responsável. É com esta educação recebida que o homem apresenta-se em qualquer lugar, onde quer que esteja e mostra os valores recebidos. Se em casa, “a base”, de todo processo educativo, ministrar valores com retidão, eles se enraízam com tal inteireza, que lá fora a degeneração do caráter torna-se difícil.

E nos bancos escolares, o educador tem o compromisso de uma educação integral. O alicerce trazido de casa requer que a parede receba cada tijolo, com uma argamassa bem dosada. Porém nenhum tijolo se firmará se as bases forem frágeis e o material usado for de baixa qualidade.

Estamos todos em déficit com a educação: Família, escola, sociedade, órgãos governamentais. Se cada um fizesse sua parte, não haveria tanta degeneração na sociedade, tantas mortes, medos, insatisfações, inseguranças...

A procura da felicidade, a paz e o amor são metas que queremos atingir e não estão a alcance das nossas mãos... Tudo está muito distante, tanto quanto alcançarmos a lua, o sol, à vontade de alcançar


SONIA NOGUEIRA

domingo, 18 de dezembro de 2011

SOU UMA PESSOA DE DENTRO PRA FORA



"Sou pessoa de dentro pra fora. Minha beleza está na minha essência e no meu caráter. Acredito em sonhos, não em utopia. Mas quando sonho, sonho alto. Estou aqui é pra viver, cair, aprender, levantar e seguir em frente.
Sou isso hoje...
Amanhã, já me reinventei.
Reinvento-me sempre que a vida pede um pouco mais de mim.
Sou complexa, sou mistura, sou mulher com cara de menina... E vice-versa. Me perco, me procuro e me acho. E quando necessário, enlouqueço e deixo rolar...
Não me dôo pela metade, não sou tua meio amiga nem teu quase amor. Ou sou tudo ou sou nada. Não suporto meio termos. Sou boba, mas não sou burra. Ingênua, mas não santa. Sou pessoa de riso fácil...e choro também!"Sou feita de flores e de aço....

Humildade X Orgulho




A verdadeira humildade é firme, segura, sóbria e jamais compartilha com a hipocrisia ou com a pieguice. A humildade é a mais nobre de todas as virtudes, pois somente ela predispõe o seu portador à sabedoria real. O contrário de humildade é orgulho, porque o orgulhoso nega tudo o que a humildade defende. O orgulhoso é soberbo, julga-se superior e esconde-se por trás da falsa humildade ou da tola vaidade. Alguns exemplos talvez tornem mas claras as nossas reflexões.







Quando uma pessoa humilde comete um erro, diz “eu me equivoquei”, pois sua intenção é de aprender, de crescer. Mas quando uma pessoa orgulhosa comete um erro, diz: “não foi minha culpa”, porque se acha acima de qualquer suspeita.






A pessoa humilde enfrenta qualquer dificuldade e sempre vence os problemas. A pessoa orgulhosa dá desculpas, mas não dá conta das suas obrigações e pendências. Uma pessoa humildade se compromete e realiza.






Uma pessoa orgulhosa se acha perfeita. A pessoa humilde diz: “eu sou bom, porém não tão bom quando gostaria de ser”. A pessoa humilde respeita aqueles que lhe são superiores e trata de aprender algo com todos. A orgulhosa resiste àqueles que lhe são superiores e trata de pôr-lhes defeitos.






O humilde sempre faz algo mais, além da sua obrigação. O orgulhoso não colabora e sempre diz: “eu faço o meu trabalho”.






Uma pessoa humilde diz: “deve haver uma maneira melhor para fazer isto, e eu vou descobrir”. A pessoa orgulhosa afirma: “sempre fiz assim e não vou mudar meu estilo”.






A pessoa orgulhosa não aceita críticas, a humildade está sempre disposta a ouvir todas as opiniões e a reter as melhores. Quem é humilde cresce sempre, quem é orgulhoso fica estagnado, iludido na falsa posição de superioridade.






O orgulhoso se diz cético, por achar que não pode haver nada no universo que ele desconheça, o humilde reverencia o criador todos os dias porque sabe que há muitas verdades que ainda desconhece. Uma pessoa humildade defende as idéias que julga nobres, sem se importar de quem elas venham. A pessoa orgulhosa defende sempre suas idéias, não porque acredite nelas, mas porque são suas.






Enfim, como se pode perceber, o orgulho é grilhão que impede a evolução das criaturas. A humildade é a chave que abre as portas da perfeição. Pense nisso!






Desconheço o autor

sábado, 17 de dezembro de 2011

Empatia : A base da Bondade.

Ao fazer minha pesquisa sobre empatia para escrever este texto encontrei uma série de termos relcionados: Compreensão, cuidado, dedicação,compaixão,afinidade, gentileza,e outras virtudes que nos falam da bondade de que somos capazes.
Empatia é a capacidade de se colocar no lugar do outro e sentir o que ele está sentindo, seja alegria ou tristeza ou qualquer sentimento entre o dois extremos
a Empatia é definida pela Enciclopédia Britânica como a " capacidade de se colocar no lugar do outroe compreender o que ele sente, suas idéias , atos . A palavra Vem do grego empatheia ,  que significa sentir dentro está relacionado a sentimento interior está intimamente relacionada à afinidade
"O coração de uma pessoa diante de ti é um espelho. Vê nele a tua própria forma"(Socrates)
 Empatia é a capacidade de ouvir, quando as pessoas falam ,ouça as atentamente, a maioria das pessoas nunca ouve.
  A boa comunicação começa quando ouvimos, todos temos necessidade de ser ouvidos . O bom ouvinte não apenas escolhe a outra pessoa, como gera melhor entendimento reduz a chance de conflitos e melhora os relacionamentos em qualquer ambiente, a capacidade de ouvir requer empatia, e ouvir com empatia é difícil a maioria das pessoas acha que ouvir é algo natural para todos nós, mas não é!ouvir é uma habilidade que precisa ser desevolvida.Como qualquer habilidade, exige prática, a parte mais difícil é treinar para nos concentrar-mos nas necessidades e sentimentos da outra pessoa. Ouvimos bem com os olhos e com o coração , ouvimos com nossos ouvidos mas ouvimos atentamente com o nosso ser..ouvir com empatia começa no contato visual é o sinal mais importante que podemos enviar pois transmite a mensagem , Eu estou ouvindo, eu estou interessada,
ouvir bem faz com que as pessoas se sintam valorizadas.
 As recompensas da Empatia vêm
melhora o nosso relacionamento com o sexo oposto, melhora o nosso relacionamento com o mesmo sexo
produz melhores conjugues, pais, professores e amigos, terapeutas, lideres em todas as áreas
Aumenta nossa inteligência emocional, nos torma mais anteciosos, doceis e gentis;nos ajuda a ser mais pacientes e indulgentes;nos deixa mais feliz, nos torna pessoas melhores
  A empatia ilumina as nossas necessidades mais profundas e não nos deixa esqueçer que a nossa sobrevivência depende da nossa capacidade de entender corretamente e reagir de maneira sensível ao outro ( Arthur p.Ciaramicoli, P.h.D)

sábado, 10 de dezembro de 2011

EU APRENDI.....

DEUS , me fez forte, me deu humildade, como princípio de uma longa caminhada rumo ao meu melhor. Me deu capacidade para amar, me deu capacidade para perdoar, e me deu um coração tranquilo e sereno...embora muitas vezes eu seja obrigada a gritar..o que mantêm sem mudanças é meu espirito de doação..Doar amor, doar segurança, doar meu tempo..me doar..foi um meio que encontrei para reiventar a vida todos os dias..e a cada novo dia..eu descubro uma nova forma de viver..e viver bem..na simplicidade, aceitando as diferenças...e aprendendo com meus erros..e aprendi muito...e estou aberta para viver...Viver é isso..é se conheçer todos os dias...e aprender que o amor próprio, reflete no amor que recebemos dos outros...que tudo o que damos a vida..ela nos devolve...Aprendi que cedo ou tarde..as coisas entram no lugar...Aprendi que uma pessoa pode te enganar por te enganar por periodo curto de tempo, mas nunca uma vida inteira...
Aprendi que quando se faz algo em beneficío de alguém depositamos no banco de crédito de DEUS..ele te devolve..por tanto também aprendi que agradeçer as pessoas que me ajudam a dar um passo a frente..também é uma forma de oração, pois ao dizer  "OBRIGADA" , estamos em sintonia com o criador
Aprendi que simplicidade, é autênticidade..Que olhar meu próximo com meu coração, eu consigo perceber melhor todas as suas particularidades, e com isso, aprendi a ser mais tolerante...Que amigos a gente conta nos dedos, mas devo conviver passivamente com todos que estão em minha volta....Aprendi que sempre que podemos, devemos fazer uma auto-análise de nossos atos, essa a melhor forma, de cuidar de si..sem perder tempo cuidando da vida dos outros..Aprendi que o tempo de DEus é diferente do meu...e que o que está nas minhas mãos eu posso perder..mas tudo que deposito nas mãos dele..eu possuo..
Eu aprendi que a vida só é completa e feliz se no coração existir
DEUS
AMOR
COMPAIXÃO
PERDÃO
ESPERANÇA

SABEDORIA
HUMILDADE...
E QUE HOJE É UM NOVO DIA
O AMANHÃ NÃO VOLTA MAIS
PORTANTO FAÇAMOS TUDO DE MELHOR HOJE
ASSIM REFLETIRÁ NO NOSSO AMANHÃ
E VICE-VERSA...

Como lidar com a as frustrações

A dor é inevitável ao ser humano, assim como as frustrações todos em algum momento vamos experiencar  esse sentimento. Porém o que dife...