quarta-feira, 21 de março de 2012

O Mal e o Remédio

O mal e o remédio

Ignorância: instrução e trabalho
Penúria: trabalho e assistência
Tristeza: consolação e trabalho
Angústia: trabalho e paciência
Tédio: abnegação e trabalho
Ofensa: trabalho e esquecimento
Calúnia: perdão e trabalho
Obstáculo: trabalho e diligência
Tentação: prece e trabalho.
Discórdia: trabalho e paz
Abuso: corrigenda e trabalho
Fracasso: trabalho e confiança
Agressividade: gentileza e trabalho
Cansaço: trabalho e renovação
Perturbação: calma e trabalho
Desequilíbrio: trabalho e disciplina
Desânimo: otimismo e trabalho

As tuas flores

Deixa tua dureza derreter-se frente ao novo
que te é dado dia após dia.
Aprende a ouvir as águas rolando nos seixos,
elas trazem uma canção que o teu coração
já conhece... Vê, o vento que balança as folhas
das árvores é o mesmo que toca tua fronte
iluminada. Acompanha o vôo do pássaro
sob o céu e sente, o teu espírito é tão livre
quanto ele.Sente o silêncio abençoado da
natureza e permite a ti comungar com ela a
quietude, a paz que vai em teu ser.
Olha tuas flores, mistura tuas cores e
cria teu próprio arco-íris.
Deixa teu coração presente em tuas palavras,
em tuas decisões, em teus silêncios.
Deixa a saudade vir e te avisar de um
tempo precioso, onde viveste em liberdade,
em alegria e vê, ainda é tempo de ser feliz.
Relembra tua estória, o caminho que fizeste...
Quanto aprendeste, quanto mudaste e,
quanto ainda há por ser feito...
O tempo não para, ele continua fiel a
sua natureza. Sê também fiel a tua e resgata
tuas fontes cristalinas,
tua alegria generosa, tua confiança no agora,
tua dança, tua segurança em ti mesmo.
O mundo não tem outro propósito se não o
de ensinar-te que és a Criança de Deus e para a
criança de Deus toda a
criação é presente, todo o amor é dado.
Descansa Criança, teu jardim ainda é mais
bonito e floresce mansamente aos olhos
D´Aquele que tem por alegria olhar,
amar e cuidar de todas as tuas flores.

terça-feira, 20 de março de 2012

Se pudéssemos

Se pudéssemos ter consciência do quanto nossa vida é passageira, talvez
pensássemos duas vezes antes de jogar fora as oportunidades
que temos de ser e de fazer os outros felizes.
Muitas flores são colhidas cedo demais.
Algumas, mesmo, ainda em botão. Há sementes que nunca
brotam e há aquelas flores que vivem a vida inteira até que,
pétala por pétala, tranquilas, vividas, se entregam ao vento.
Mas, a gente não sabe advinhar. A gente não sabe por quanto tempo
estará enfeitando
esse Éden de tampouco aquelas flores que

plantadas ao nosso redor. E descuidamos. Cuidamos pouco, de nós, dos outros.
Nos entristecemos por coisas pequenas e perdemos minutos e horas preciosos.
Perdemos dias, às vezes anos. Nos calamos quando deveríamos
falar; falamos demais quando deveríamos ficar em silêncio.
Não damos o abraço que tanto nossa alma pede porque algo em
nós impede essa aproximação.

Não damos um beijo carinhoso "porque não estamos acostumados com isso"
e não dizemos que gostamos porque achamos que o outro sabe automaticamente
o que sentimos.

E passa a noite e chega o dia, o sol nasce e adormece e continuamos
os mesmos, fechados em nós. Reclamamos do que não temos,
ou achamos que não temos suficiente.

Cobramos...


Dos outros. Da vida. De nós mesmos.
Nos consumimos. Costumamos comparar nossas vidas com as
dqueles que possuem mais que a gente.
E se experimentássemo comparar com aqueles que possuem menos;
Isso faria uma grande diferença.

E o tempo passa...

Passamos pela vida, não vivemos.
Sobrevivemos, porque, não sabemos fazer outra coisa.
Até que, inesperadamente, acordamos e olhamos para trá.
E, então, nos perguntamos: E agora?
Agora, hoje, ainda é tempo de reconstruir alguma coisa, de dar o abraço
amigo, de dizer uma palavra carinhosa, de agradecer pelo que temos.
Nunca se é velho demais ou jovem demais para amar, dizer uma
palavra gentil ou fazer um gesto carinhoso.
Não olhe para trás. O que passou, passou. O que perdemos, perdemos.

Olhe para frente!


Ainda é tempo de apreciar as flores que estão inteiras ao nosso redor.
Ainda é tempo de voltar-se para Deus e agradecer pela vida, que
mesmo passageira, ainda está em nós.

Pense!...

Não o perca mais!.

domingo, 11 de março de 2012

você Têm valor , é tão importante para DEUS

Era um dia quente. O ônibus estava repleto de pessoas. Algumas levavam sacolas, pacotes.

Outras seguravam bebês ao colo, enquanto outras mais procuravam acalmar as crianças inquietas, que tentavam atrapalhar a tranqüilidade de passageiros sisudos.

Fazia calor. Senhoras conversavam, dizendo das dificuldades de suas vidas, os problemas com os filhos, a falta de dinheiro, o desemprego do marido.

Jovens falavam em tom animado da festa projetada para o final de semana.

Um cenário comum. Todos os dias, as cenas eram mais ou menos semelhantes.

Que se pode esperar de momentos assim, tão comuns?

Mas, enquanto o ônibus ia sacolejando ao longo da estrada, num dos bancos havia um velhinho magricela segurando, com todo cuidado, um ramo de flores.

Eram flores lindas, frescas ainda. Deviam ter sido colhidas em um jardim muito bem cuidado, no alvorecer, beijadas pelo orvalho.

Do outro lado do corredor, uma garota não desviava os olhos das flores.

Eram lindas, exuberantes.

Então, chegou a hora do homem saltar do ônibus. Ele se levantou, caminhou em direção à porta.

Quando passou pela jovem, em um rompante, lhe ofereceu as flores.

Posso ver que você adorou as flores. - ele explicou.

Acho que minha esposa iria gostar de que ficasse com elas. Vou dizer para ela que dei as flores para você.

A garota aceitou o buquê, com um sorriso tímido, e nem teve tempo de agradecer.

O homem desceu do ônibus. Então, ela o viu atravessar a rua e adentrar os portões de um pequeno cemitério.

* * *
Para os que amam, a vida não se interrompe quando o corpo do amado desce ao túmulo.

Os que amam têm certeza de que o amor não morre nunca e continuam a levar em frente as suas vidas.

Naturalmente, com uma pequena ponta de tristeza, pela ausência física do ser amado. Mas, sempre em frente.

A cada dia, oferecem àquele que se foi o melhor de si.

Lembram os dias de felicidade, os passeios, os risos, as viagens.

Oferecem flores que, necessariamente não precisam ser depositadas sobre o túmulo. Podem ser dispostas num vaso, em casa, e ofertadas.

Ou mesmo, deixadas nos ramos, colorindo o jardim, bastando que se diga:

Amor, vê como estão lindas as rosas? Continuo a cuidar delas.

Em algum momento, quando lhe for possível, quando o Senhor dos Céus lhe permitir vir me visitar, você encontrará o jardim como você gostava: cheio de flores, perfumado.

Também cuido dos gerânios. Não esqueço de aguar as samambaias.

Um dia, quando o tempo esgotar a contagem das minhas horas na Terra, espero poder ir ao seu encontro.

Até lá, receba as flores das minhas lembranças. E as do nosso jardim.

Tenho certeza de que você não se importará que eu colha vez ou outra, algumas margaridas para ofertar aos vizinhos, aos amigos.

Como eu, eles não a esquecem.

Até breve, meu amor!

* * *
Pense nisso e, mesmo que sinta o coração faltando um pedaço pela dor da separação pela morte, viva!

Viva intensamente porque quem o ama deseja que você seja feliz, hoje, amanhã e depois... Até o reencontro.

sexta-feira, 9 de março de 2012

Prestar atenção

Conta-se que um homem de negócios, após longos anos de trabalho árduo, conseguiu ajuntar significativa fortuna.

Todavia, o grande empresário, apesar de todo o dinheiro que possuía, sentia-se infeliz. Desejava a felicidade, mas um grande vazio lhe perturbava a alma e as tribulações das horas lhe roubavam a paz.

Um dia, ouviu falar da existência de um velho sábio conhecedor de regras eficientes para quem deseja ser feliz.

O executivo não teve dúvidas. Muniu-se dos recursos necessário e saiu a procurá-lo.

Após longa e exaustiva busca, chegou ao lugarejo onde residia o tal sábio.

Algumas informações a mais, e lá estava ele, frente a frente com o ancião.

A expectativa era tanta que ele foi direto ao assunto.

"Ouvi dizer que o senhor sabe a receita para se conquistar a felicidade, e o que mais desejo é ser feliz, pode me ajudar?" Perguntou ansioso.

Bem, respondeu o sábio, na verdade as regras são muito simples. A primeira delas é prestar atenção. A segunda, é prestar atenção. E a terceira e última é prestar muita atenção.

O executivo pensou que ele só podia estar brincando, mas depois de ouvir algumas considerações, foi mudando de idéia.

O ancião falou com sabedoria: "quem presta atenção em tudo o que acontece nos minutos de sua vida, consegue ser feliz."

- Preste atenção no que as pessoas lhe dizem. Saiba ouvi-las com serenidade, buscando ajudar na medida do possível.

- Ao fazer uma refeição, aproveite bem o momento. Preste atenção nos alimentos que ingere, sinta o seu sabor.

- Preste atenção em tudo à sua volta...

- Olhe com atenção uma noite enluarada, um amanhecer de ouro...

- Contemple, com atenção, um jardim que explode em perfumes e cores...

- Uma cascata estirada sobre a montanha rochosa...

- Observe com atenção um bando multicor de aves cruzando os ares... Ouça atentamente o canto de um pássaro solitário...

- Preste atenção na chuva que cai abençoando o solo. Imagine os lençóis d'água no subsolo, espalhando fertilidade e vida...

- Detenha-se a observar o trabalho das formigas, sua organização, sua perseverança.

- Acompanhe com atenção o desabrochar de uma rosa... sinta o seu perfume.

- Enfim, observe atentamente os pequenos "nadas" ao seu redor.

- Em pouco tempo você perceberá que há muito mais coisas boas do que ruins, e isso o fará feliz.

Depois de ouvir atentamente os conselhos do velho sábio, o empresário já estava se sentindo mais alegre e disposto a lutar pela felicidade tão almejada.

Pense nisso!

As horas são abençoadas oportunidades de aprendizado e alegria.

Mas, embora elas se repitam incessantemente, os minutos já não são os mesmos e as circunstâncias mudam a cada segundo.

Dessa forma, a cada hora temos sessenta minutos para encontrar motivos de felicidade, basta que prestemos muita atenção em cada um deles, sem esquecer que a nossa atenção deve voltar-se para as coisas realmente positivas.

Apaixonar -se

Sempre que um novo dia amanhece e os nossos sentidos buscam captar as belezas que nos cercam, temos vontade de abrir as janelas da alma e inspirar com força a brisa fresca que brinca com a folhagem verde.
No entanto, muitos não abriram os olhos físicos para contemplar o alvorecer do dia de hoje ou despedir-se do sol, quando o crepúsculo enfeita a noite com seu manto negro bordado de estrelas...
Mas você está vivo!
E quando muitos não percebem sequer os canteiros floridos onde as borboletas bailam e o gramado se espreguiça, estendido como um tapete verde e macio,
convidando a brincar...
E enquanto outros saem apressados para suas atividades do dia, sem se dar conta de que hoje é o nosso melhor momento, um poeta se deteve para escrever este belo conselho em forma de poema:
Apaixone-se pelo mistério que nos cerca, pelo ar que você respira, pelas árvores e pelas estrelas.
Olhe com atenção para as flores. A visão é antes uma ação do cérebro que dos olhos.
Ouça o vento nas folhas, o canto dos pássaros
e o tagarelar das crianças.
O ouvir é uma arte que depende mais da mente que do ouvido. Olhos e ouvidos são canais fantásticos que levam mensagens até você; eles serão inúteis se, em sua alma, não habitar a vontade de ver e de ouvir.
Apaixone-se por sua capacidade de se auto-transformar para melhor. Você é um pouco Deus na exata medida em que pode, por sua própria vontade e determinação,
construir uma pessoa melhor.
O caminho da perfeição é infinito, mas cada passo nesta estrada é fonte cristalina de pura felicidade.
Ninguém é tão miserável que não possa dar um primeiro passo na direção certa, assim como ninguém é tão perfeito
que já não precise caminhar.
Apaixone-se pelo saber, devore livros, raciocine, converse com pessoas inteligentes, ouça boas músicas,
olhe com atenção para as obras de arte.
Os artistas, os filósofos, os poetas, os cientistas vêem, ouvem e sentem mais que a maioria dos homens,
e é mister aprender com eles.
Pergunte, discuta, descubra, polemize, investigue,
faça experiências.
Dê o melhor de seu esforço em tudo o que faz. Ajude seu próximo e sua comunidade e descobrirá o verdadeiro significado das palavras "é dando que se recebe".
Receberá em moeda divina, receberá em dignidade, sensibilidade, grandeza de espírito e amor-próprio.
Trabalhe com o cérebro e com as mãos. Transforme o mundo em um lugar melhor para se viver.
Não polua, proteja a natureza, conserte sua calçada, plante flores em sua casa e em sua rua.
Lembre-se sempre de que cada atitude sua, cada movimento seu, será sempre na direção do bem ou do mal.
Seu, de seus semelhantes ou de seu mundo.
Apaixone-se pelo progresso, por sua capacidade de se transformar e de transformar o mundo.
Apaixone-se por uma pessoa que ainda vai nascer.
Uma pessoa capaz de fazer perguntas, como Aristóteles ou Platão, capaz de ouvir, como Vivaldi ou Verdi, capaz de ver a natureza, como Van Gogh ou Renoir e tantos outros, capaz de usar as mãos com a habilidade de um Rodin
ou de um Michelangelo.
Apaixone-se pela tarefa de ser parteiro de si mesmo, pela missão de dar-se à luz por vontade própria.
Apaixone-se por você amanhã."
Mas faça isso, enquanto é hoje...
Sempre que um novo dia amanhece e os nossos sentidos buscam captar as belezas que nos cercam, temos vontade de abrir as janelas da alma e inspirar com força a brisa fresca que brinca com a folhagem verde.
No entanto, muitos não abriram os olhos físicos para contemplar o alvorecer do dia de hoje ou despedir-se do sol, quando o crepúsculo enfeita a noite com seu manto negro bordado de estrelas...
Mas você está vivo!
E quando muitos não percebem sequer os canteiros floridos onde as borboletas bailam e o gramado se espreguiça, estendido como um tapete verde e macio,
convidando a brincar...
E enquanto outros saem apressados para suas atividades do dia, sem se dar conta de que hoje é o nosso melhor momento, um poeta se deteve para escrever este belo conselho em forma de poema:
Apaixone-se pelo mistério que nos cerca, pelo ar que você respira, pelas árvores e pelas estrelas.
Olhe com atenção para as flores. A visão é antes uma ação do cérebro que dos olhos.
Ouça o vento nas folhas, o canto dos pássaros
e o tagarelar das crianças.
O ouvir é uma arte que depende mais da mente que do ouvido. Olhos e ouvidos são canais fantásticos que levam mensagens até você; eles serão inúteis se, em sua alma, não habitar a vontade de ver e de ouvir.
Apaixone-se por sua capacidade de se auto-transformar para melhor. Você é um pouco Deus na exata medida em que pode, por sua própria vontade e determinação,
construir uma pessoa melhor.
O caminho da perfeição é infinito, mas cada passo nesta estrada é fonte cristalina de pura felicidade.
Ninguém é tão miserável que não possa dar um primeiro passo na direção certa, assim como ninguém é tão perfeito
que já não precise caminhar.
Apaixone-se pelo saber, devore livros, raciocine, converse com pessoas inteligentes, ouça boas músicas,
olhe com atenção para as obras de arte.
Os artistas, os filósofos, os poetas, os cientistas vêem, ouvem e sentem mais que a maioria dos homens,
e é mister aprender com eles.
Pergunte, discuta, descubra, polemize, investigue,
faça experiências.
Dê o melhor de seu esforço em tudo o que faz. Ajude seu próximo e sua comunidade e descobrirá o verdadeiro significado das palavras "é dando que se recebe".
Receberá em moeda divina, receberá em dignidade, sensibilidade, grandeza de espírito e amor-próprio.
Trabalhe com o cérebro e com as mãos. Transforme o mundo em um lugar melhor para se viver.
Não polua, proteja a natureza, conserte sua calçada, plante flores em sua casa e em sua rua.
Lembre-se sempre de que cada atitude sua, cada movimento seu, será sempre na direção do bem ou do mal.
Seu, de seus semelhantes ou de seu mundo.
Apaixone-se pelo progresso, por sua capacidade de se transformar e de transformar o mundo.
Apaixone-se por uma pessoa que ainda vai nascer.
Uma pessoa capaz de fazer perguntas, como Aristóteles ou Platão, capaz de ouvir, como Vivaldi ou Verdi, capaz de ver a natureza, como Van Gogh ou Renoir e tantos outros, capaz de usar as mãos com a habilidade de um Rodin
ou de um Michelangelo.
Apaixone-se pela tarefa de ser parteiro de si mesmo, pela missão de dar-se à luz por vontade própria.
Apaixone-se por você amanhã."
Mas faça isso, enquanto é hoje...

ser forte


Ser forte de maneira que nada possa perturbar
a sua paz de espírito.

Falar de saúde, felicidade e prosperidade
a toda pessoa que encontrar.

Fazer os amigos sentirem que há alguma coisa
de superior dentro deles.

Olhar para o lado glorioso de todas as coisas e fazer
com que o otimismo se torne uma realidade.

Pensar sempre no melhor, trabalhar sempre
pelo melhor e esperar somente o melhor.

Esquecer os erros passados e preparar-se
para melhores realizações no futuro.

Ter tanto entusiasmo e interesse pelo sucesso
alheio como pelo próprio.

Dedicar tanto tempo ao próprio aperfeiçoamento
que não lhe sobre tempo para criticar os outros.

Fazer um bom juízo de si mesmo e proclamar este fato ao mundo,
não em altas vozes, mas em grandes feitos.

Viver na certeza de que o mundo estará a seu lado,
enquanto lhe dedicar o que há de melhor em si mesmo.

terça-feira, 6 de março de 2012

O Tempo Que perdemos na vida


A vida hoje nos leva sempre a termos a nítida sensação que fizemos pouco, que os dias voam e que nunca temos tempo para fazer o que de fato nos dá prazer. O bombardeio de informações nos assola a cada momento e por mais que nos sintamos antenados com o mundo sempre temos a impressão que deixamos algo por fazer. Essa correria intensa não nos permite perceber que muitas vezes estamos no caminho errado.
Mas existe outro ângulo desta questão de tempo que precisamos observar com carinho: será que estamos perdendo tempo com coisas que não nos trarão nada de bom? O fato de estar completamente inserida em uma situação não nos permite assumir a posição de observador, e uma paradinha para reflexão pode nos fazer chegar à conclusão que estamos perdendo tempo com coisas que nada nos acrescentarão.
Uma das principais causas da falta de energia e cansaço é o "aborrecimento" e a tristeza.

Perdemos tempo com aquele emprego que nada nos acrescenta e não nos faz progredir, perdemos tempo com aquele relacionamento doentio que só nos derruba, perdemos tempo tentando modificar os outros em vão, perdemos tempo chorando e lamentando por situações que deixaram de fazer parte de nossa vida e, depois de tudo isso, a única coisa que obtemos é uma enorme falta de energia e motivação pela vida.
A perda de tempo está associada à tendência de permanecer no estado em que nos encontramos, ou seja, se a situação me incomoda e nada faço para mudar, estou perdendo tempo. Nossa! Que dura essa realidade que pode em determinados momentos fazer parte da vida de todos nós, pois somos seres humanos em contínuo aprendizado.

Você se tornará mais feliz no dia em que passar a cuidar melhor de você, e como consequência disto, as pessoas se sentirão melhor em sua companhia. Cuidar melhor de você significa analisar a sua vida hoje e tentar melhorá-la. Neste momento, você pode dizer que é impossível mudar tudo ou ainda existem situações que não podem ser modificadas de imediato. Concordo plenamente, mas a atitude inicial já lhe trará um sabor de conquista, comece pelo primeiro passo, cuide de você. Muitas vezes, aquele emprego que você não gosta, e que você não consegue se adequar, não é tão ruim quanto parece ser. O seu relacionamento pode estar desgastado em função de tantas cobranças que você faz a si mesma, muitas delas sem fundamento.

Dando este primeiro passo, é bem provável que você chegue à conclusão que determinada situação que incomoda, não faz bem e o aborrece, deva deixar de fazer parte da sua vida.
O equilíbrio pessoal nos traz discernimento e com ele percebemos que o sofrimento pessoal se origina da diferença entre o que está acontecendo e o que acho que deveria estar. E, nesse momento, a nossa tomada de decisão se faz importante no sentindo de pararmos de perder tempo na vida.
Há duas emoções básicas presentes na vida de todos nós: uma é o amor e a outra é o medo, a presença de uma representa a falta da outra. Quem ama confia e quem confia se entrega a um amanhã sempre melhor que hoje, completamente isento de vibrações negativas que estão associadas ao medo.
Outro erro muito comum que cometemos é colocar os outros na frente e a nós por último. A solução está em equilibrar nossos desejos, sentimentos e interesses com o dos outros.

Nos relacionamentos, podemos ter necessidades satisfeitas como: carinho, atenção, romance e desejo... Mas não se tornar feliz... isso cabe a você.
Somente quando deixamos de fazer o que nada nos adianta é que as coisas melhoram.
Nossa atitude mental gera mais fadiga do que o próprio esforço físico.
Há algum tempo atrás, atendi uma linda moça que namorava um rapaz com transtorno bipolar, que é um tipo de transtorno caracterizado pela variação extrema de humor, onde haviam fases intensas de hiperatividade física e mental, permeadas de depressão, inibição, lentidão para conceber e realizar ideias e ansiedade ou tristeza. Na fase extrema negativa, por qualquer motivo sem nenhum fundamento, ele a agredia com palavras e a colocava como um ser desprezível. A seguir, vinha o completo isolamento por parte dele. Passada esta fase comportamental complicada, ele a procurava como se nada tivesse acontecido e a fazia sentir-se como a pessoa mais importante do mundo. Ela, então, relevava o que havia ocorrido. As crises, porém, tornaram-se mais frequentes e intensas. Assim, ela me procurou achando haver algo de errado consigo.

Fiz, então, uma análise completa de suas frequências energéticas com a Mesa Radiônica e verifiquei os possíveis bloqueios e descobri que seu pai era um homem fraco e viciado em álcool e sua mãe passara a vida inteira cuidando dele em vão. Por uma repetição de comportamento, ao longo do tempo, sem perceber ela estava adquirindo o mesmo padrão para sua vida. Cuidamos, então, intensamente de sua autoestima e segurança pessoal, demonstrando claramente que ela não necessitava deste padrão vibracional em sua vida. Concluído o tratamento, ela se sentia mais forte e segura. Dessa maneira, na primeira crise que seu namorado teve, ela se manteve firme e distante, reconhecendo o padrão de doença que ele tinha e sugeriu que se quisesse de fato continuar com ela que buscasse ajuda profissional. Foi a primeira vez em seis anos que ela tinha conseguido se posicionar.

Hoje o namorado se encontra em tratamento e com a doença sob controle e ela se sente feliz e realizada, consciente que não conseguia se posicionar antes pelo medo de perdê-lo... Mas a partir do momento em que começou a se colocar em primeiro plano, e se cuidar através da Mesa Radiônica, sua vida se modificou por completo.
Quanto tempo perdido!!!
Maria Isabel Carapina

domingo, 4 de março de 2012

A história da Maria da Penha

A história da Maria da PenhaA Lei que protege as mulheres contra a violência recebeu o nome de Maria da Penha em homenagem à farmacêutica cearense Maria da Penha Maia Fernandes. Com muita dedicação e senso de justiça, ela mostrou para a sociedade a importância de se proteger a mulher da violência sofrida no ambiente mais inesperado, seu próprio lar, e advinda do alvo menos previsto, seu companheiro, marido ou namorado.


Em 1983, Maria da Penha recebeu um tiro de seu marido, Marco Antônio Heredia Viveiros, professor universitário, enquanto dormia. Como seqüela, perdeu os movimentos das pernas e se viu presa em uma cadeira de rodas. Seu marido tentou acobertar o crime, afirmando que o disparo havia sido cometido por um ladrão.
Após um longo período no hospital, a farmacêutica retornou para casa, onde mais sofrimento lhe aguardava. Seu marido a manteve presa dentro de casa, iniciando-se uma série de agressões. Por fim, uma
uma nova tentativa de assassinato, desta vez por eletrocução que a levou a buscar ajuda da família. Com uma autorização judicial, conseguiu deixar a casa em companhia das três filhas. Maria da Penha ficou paraplégica.
No ano seguinte, em 1984, Maria
Maria da Penha iniciou uma longa jornada em busca de justiça e segurança. Sete anos depois, seu marido foi a júri, sendo condenado a 15 anos de prisão. A defesa apelou da sentença e, no ano seguinte, a condenação foi anulada. Um novo julgamento foi realizado em 1996 e uma condenação de 10 anos foi-lhe aplicada. Porém, o marido de Maria da Penha apenas ficou preso por dois anos, em regime fechado.
Em razão deste fato, o Centro pela Justiça pelo Direito Internacional (CEJIL) e o Comitê Latino-Americano de Defesa dos Direitos da Mulher (CLADEM), juntamente com a vítima Maria da Penha, formalizaram uma denúncia à Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA), Órgão Internacional responsável pelo arquivamento de comunicações decorrentes de violação
de acordos internacionais

Paralelamente, iniciou-se um longo processo de discussão através de proposta elaborada por um Consórcio de ONGs (ADVOCACY, AGENDE, CEPIA, CFEMEA, CLADEM/IPÊ e THEMIS). Assim, a repercussão do caso foi elevada a nível internacional. Após reformulação efetuada por meio de um grupo de trabalho interministerial, coordenado pela Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, do Governo Federal, a proposta foi encaminhada para o Congresso Nacional.
públicas em Assembléias Legislativas das cinco Regiões do País, contando com a intensa participação de entidades da sociedade civil.
O resultando foi a confecção de um "substitutivo" acordado entre a relatoria do projeto, o Consórcio das ONGs e o Executivo Federal, que resultou na sua aprovação no Congresso Nacional, por unanimidade.
Assim, a Lei nº 11.340 foi sancionada pelo Presidente da República em 07 de agosto de 2006.


Em vigor desde 22 de setembro de 2006, a "Lei Maria da Penha" dá cumprimento, finalmente, as disposições contidas no §8º, do artigo 226, da Constituição Federal de 1988, que impunha a criação de mecanismos para coibir a violência no âmbito das relações familiares, bem como à Convenção para Previnir, Punir e Erradicar a Violência Contra à Mulher, da OEA (Convenção de Belém do Pará), ratificada pelo Estado Brasileiro há 11 anos e, ainda, à Convenção para Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Contra a Mulher (CEDAW) da ONU (Organização para as Nações Unidas).
Isto tudo porque, segundo exterioriza a Ministra da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, Nilcéa Freire, "toda mulher tem o direito a uma vida livre de violência", que é nosso desejo e deve ser nosso compromisso  

Direitos reservado a AME


AME.

sexta-feira, 2 de março de 2012

Violência contra a mulher


violência contra a mulher aconteçe de várias formas,não somente qdo é agredida físicamente, mas tbm quando ela violentada moralmente , quando por covardia ele a diminui acaba com sua auto estima, por ser um incapaz de lutar contra uma mulher forte, e encontra meios de deixa-la tão dimuida para ser fácil manipula-la.Uma mulher aceita essa violência qdo ela silência os seu gemidos, esconde essa dor a ponto de se tornar um objeto, e ai começa o dilema, primeiro vêm a depressão, a auto estima diminue e ela perde o intusiasmo pela vida por si pelo seu corpo, deixa de se cuidar enfim , então ele usa como desculpas para trai-la usando o termos " Ela não se cuida esta gorda, é feia não se arruma , não gosta de sexo, " e assim ele vai fazendo vitimas, e se passando por bonzinho, ..A violência contra a mulher vêm através do abandono qdo muitas vezes casais com filhos se separam e o homem deixa toda a responsabilidade inclusive da paternidade com a mãe, ela têm que sustentar esses filhos, ser dona de casa, mãe e pai, ela aceita qdo ela deixa de revindicar do pai esses direitos, a responsabilidade ela diz sim,mais uma vez e a violência continua, impune e ela não somente aceita essa violência , como submete seus filhos , a necessidades.Por isso existem leis, pena qto pagamento de pensão..A violência aconteçe qdo em um começo de um relaciomento muitos homens por ter problemas pessoais , como baixa auto estima , vida profissional, finançeira, ou mesmo um trauma não resolvido, ele não consegue se aceitar, e nem mesmo consegue se ver, quem dera a mulher que esta ao lado dele, e ai vêm as frases depressiativas , e a mesquinhes de sentimentos e valores e as vezes na tentativa de que esse ser irá  mudar , essa mulher acredita na doce ilusão.." COMIGO SERÀ DIFERENTE" ..porém mais uma vez essa violência é aceita..e consequências tardias sempre vêm...A violência contra a mulher têm que ser vencida..a mulher hoje têm seu espaço, sua profissão, e a melhor forma de vencer isso é ela ter a capacidade de se perceber no meio de todo um emaranhado de torturas e dizer não!!! ..Ter consciência do seu papel do seu valor, e dos seus direitos, e virar o jogo, sem sentimentalismo, mas com convicção de seu papel na sociedade, e saber filtrar o que é bom de algo que nada lhe acrescenta..Só se vence lutando, só se vence buscando conheçimento e o principal se conheçer, e conheçer o outro, o agressor não abaixar a cabeça. E Sim ser dona da sua vida,e dar a ela sentido,existe um mundo , uma vida te esperando, algo que te eleve, afinal ser mulher é ser especial
Procure estar ao lado de um homem que te acrescente algo, que tenha algo a lhe ofereçer
não perca seu tempo com homens mal resolvidos
auto estima baixa, com complexo de inferioridade
queira estar com alguém a sua altura, queira alguém que viva dentro da realidade, que não viva de frustrações e derrotas...escolha alguém que seja sua soma, jamais que seja a subtração.
Quando uma mulher têm potênciais elevado, é forte, o primeiro impulso de um homem mal resolvido é o sentimento de inferioridade. A ação covarde, e o medo faz querer atacar o que lhe ameaça. Então começa os comentários ,  a mulher precisa ter auto conheçimento de si mesma dos seus valores,  caso contrário ela cai no baixo astral.
e então se torna a presioneira de um cativeiro destruidor.È tão comum ver um ex com aquela pessoa de Qi baixo, de um nivel cultural baixo, sem conheçimento , uma pessoa a qual você jamais seria, mas é aquela que o aceita , pois mesmo sendo um zero a esquerda ele se sente superior a ela. E aquele relacionamento pode dar certo pois ambos não têm nada a somar, ou seja ambos não têm nada ofereçer . Enquanto no seu caso, seu nível intelectual é superior , assim se avalia uma pessoa que têm poder destrutivo nas relações afetivas. Qdo elas tomam essa posição..E enquanto isso. Vire a página e agradeça porque alguém simplesmente pegou o lixo e levou...

domingo, 26 de fevereiro de 2012

A Paz que trago no coração

A PAZ QUE TRAGO EM MEU PEITO

A paz que trago hoje em meu peito é diferente da paz que eu sonhei um dia...
Quando se é jovem ou imaturo, imagina-se que ter paz é poder fazer o que se quer, repousar, ficar em silêncio e jamais enfrentar
uma contradição ou uma decepção.
Todavia, o tempo vai nos mostrando que a paz é resultado do entendimento de algumas lições importantes que a vida nos oferece.
A paz está no dinamismo da vida, no trabalho, na esperança, na confiança, na fé...
Ter paz é ter a consciência tranqüila, é ter certeza de que se fez o melhor ou, pelo menos, tentou...
Ter paz é assumir responsabilidades e cumpri-las, é ter serenidade nos momentos mais difíceis da vida.
Ter paz é ter ouvidos que ouvem, olhos que vêem e boca que diz palavras que constroem.
Ter paz é ter um coração que ama...
Ter paz é brincar com as crianças, voar com os passarinhos, ouvir o riacho que desliza sobre as pedras e embala os ramos verdes que em suas água se espreguiçam...
Ter paz é não querer que os outros se modifiquem para nos agradar, é respeitar as opiniões contrárias, é esquecer as ofensas.
Ter paz é aprender com os próprios erros, é dizer “não” quando é “não” que se quer dizer...
Ter paz é ter coragem de chorar ou de sorrir quando se tem vontade...
É ter forças para voltar atrás, pedir perdão, refazer o caminho, agradecer...
Ter paz é admitir a própria imperfeição e reconhecer os medos, as fraquezas, as carências...
A paz que hoje trago em meu peito...
É a tranqüilidade de aceitar os outros como são, e a disposição para mudar as próprias imperfeições.
É a humildade para reconhecer que não sei tudo e aprender até com os insetos...
É a vontade de dividir o pouco que tenho e não me aprisionar ao que não possuo.
É melhorar o que está ao meu alcance, aceitar o que não pode ser mudado e ter lucidez para distinguir uma coisa da outra...
É admitir que nem sempre tenho razão e, mesmo que tenha, não brigar por causa disso.
A paz que hoje trago em meu peito é a confiança Naquele que criou e governa o mundo...
A certeza da convicção de que receberei, das leis soberanas da vida, o que a elas tiver oferecido.
Deus te conceda a verdadeira PAZ!!!

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Pensamento positivo

Ação e reação é o mecanismo através do qual o Universo regula todas as coisas. Conhecendo alguns princípios básicos acerca dessa lei cósmica invariável, podemos aprender a reconhecer as causas dos nossos problemas, a fim suprimi-los ao máximo, tornando-nos de certa forma, gerenciadores nossa própria experiência de vida. Dessa forma, passamos a produzir conscientemente efeitos benéficos e favoráveis através de uma nova forma de agir diante do mundo, adquirindo uma força interior de potencial inimaginável.

Você pode até não compreender ainda. Mas é certo que temos o poder de alterar a rota cega dos acontecimentos que ocorrem em nossa vida, através de uma criteriosa mudança em nosso modo de pensar e agir. Já existe, em você, um poder capaz de acionar as forças cósmicas criadoras para a execução e realização de tudo aquilo a que você se propuser. Basta que ocorra, de sua parte, uma reformulação interior. Tal mudança é possível através de uma nova postura mental embasada na adoção de atitudes positivas diante da vida.

O primeiro passo para se adotar uma atitude mental realmente eficaz se dá através da conscientização de seu poder interior. Não é impossível, mas é muito difícil permanecer com atitudes elevadas, somente através do controle racional dos sentimentos. Acreditamos ser imprescindível transcender os aspectos fisiológicos de nossa realidade tridimensional, acreditando que há uma Substância Original da qual tudo se origina. Não importa o nome que se dê a ela. O que importa é tomar consciência de que existe essa forma oculta de energia que interpenetra em todas as coisas dotando as de vida e dinamismo. Essa Essência Criadora é, na verdade, a matriz primordial de todas as coisas. Não podemos vê-la, mas podemos senti-la permeando os elementos e organizando matéria e energia em uma sincronia perfeita. A melhor maneira de entender essa Força Criadora é através da comparação. Costumamos comparar a tal Essência a uma mente grandiosa que rege tudo através da sua vontade, criando e mantendo tudo através do seu pensamento original criador. Supondo que essa mente universal, um dia, desejou criar o universo que conhecemos. Imaginou as galáxias com seus aglomerados de corpos celestes e o mesmo se fez. De uma maneira bem simplória poderíamos trazer uma compreensão citando o “Fiat Lux” descrito no Gênesis. Ele disse: faça-se a Luz e a luz se fez. Há uma outra citação bíblica que explicita muito bem a nossa explanação. Diz o seguinte: E o verbo se fez carne e habitou entre nós. É isso: o Verbo Criador constrói mundos através de sua vontade suprema. É justamente esse poder criador universal inerente a todas as coisas que nos torna capazes de criar através de nossa vontade. Mais uma vez recorremos a Bíblia para demonstrar a nossa natureza divina. Lá no Gênesis está escrito que o Criador nos fez à sua imagem e semelhança. Analisando a nossa natureza pensante, podemos concluir que há uma verdade nessas palavras, já que temos o poder de raciocinar e cultivar hábitos e atitudes. Noutras palavras, somos centros pensantes, capazes de discernir entre o bem e o mal, reproduzindo em pequena escala o Centro Pensante Universal.

Bem! Tendo assimilado essa compreensão a respeito da nossa natureza criadora, vamos fazer uma análise acerca da nossa postura diante da vida, construída por nossas atitudes errôneas que acumulamos ao longo de nosso desenvolvimento psicológico.

Infelizmente, herdamos uma carga cultural muito pessimista devido ao fato de que a Humanidade racionalizou demais seus sentimentos, fundamentando-se numa perspectiva materialista. Transcender o plano denso material é um passo primordial para quem quer usufruir dos benefícios cósmicos, colocados ao nosso dispor desde a fundação do mundo. Para tanto é necessário tomar consciência de que existe um Centro Pensante que cria todas as coisas através do poder do seu Verbo Criador, e, que somos capazes de co-criar com Ele através da nossa imaginação e vontade, ou seja: podemos dar forma às coisas que ainda não existem através do nosso pensamento.

É necessário que você se torne consciente de seu poder criador para que possa se apoderar do mesmo com maestria. Acredite que você pode dar forma às coisas com seu pensamento criador. Tudo aquilo que você conseguir impregnar na Substância Criadora Original, através dos seus pensamentos, tornar-se-á real em sua vida e no mundo. Todo pensamento, quando devidamente impresso nessa substância reproduz fielmente a coisa que se imaginou. Isso significa que você tem um poder infinito à sua disposição para mudar o mundo que o cerca. Basta criar uma imagem mental definida daquilo que você deseja manifestar e nutri-la através do sentimento e da convicção, para que o mesmo se torne manifesto na tela do espaço. Saiba que o mundo fenomenológico é apenas o aspecto externo de sua existência e reflete, sempre, como um espelho, o resultado de seu pensamento criador.

O modo como uma pessoa vive a sua experiência, neste mundo, é resultado direto e proporcional do seu modo de ver este mundo. Assim, para renovar e de certa forma, moldar o seu caminho no futuro, é preciso adquirir a habilidade de pensar o que é preciso pensar e não aquilo a que se está acostumado a pensar. Reger os pensamentos é a árdua tarefa a que todos temos de nos submeter, se quisermos criar aspectos favoráveis no futuro. Isso parece fácil, mas não é. Pensar positivamente e manter continuamente esses pensamentos é uma atividade laboriosa, que exige uma radical mudança em nossa visão de mundo. É muito, mas muito difícil mesmo, manter a imaginação em um mundo de prosperidade, vivendo cercado pela pobreza ou, imaginar-se saudável e perfeito, quando os sintomas das enfermidades estão latentes em seu corpo físico. Quem, no entanto, for capaz de realizar tal proeza será capaz de transformar o mundo. Esse é, realmente, o Poder Maior e secreto utilizado pelos maiores talentos que já passaram por esse planeta. Dominando-o eficazmente, podemos realizar milagres e proezas inimagináveis.

Obviamente, a maestria perfeita é a meta humana mais elevada. No entanto, mesmo sendo ainda incapazes de um domínio absoluto da força que cria mundos, podemos usufruir de alguns de seus aspectos favoráveis aqui e agora. Agora pode ser o momento ideal para começar uma vida nova através de uma mudança interna. Isso se faz mediante a uma mudança de atitudes.

Acredite no seu potencial e em seu elo de ligação com o Verbo Criador, conforme explicitamos acima. Habitue-se a pensar positivamente. Policie suas emoções para que sejam sempre harmônicas e benéficas. No início, será uma guerra assídua entre o bem e o mal dentro de você. Persistindo até a aniquilação dos hábitos negativos, seu prêmio virá como uma resposta concreta à sua busca.

Lembre-se sempre que é necessária uma mudança radical em suas atitudes. Tenha atitudes e perspectivas positivas, construtivas e felizes. Esses sentimentos serão os moldes invisíveis através do qual a Substância Original Criadora trabalhará secretamente para produzir. Cada atitude positiva acalentada em sua mente o coloca em alinhamento com tal substância. É muito mais fácil para o Universo produzir algo construtivo do que algo que não esteja em conformidade com a Lei Universal do Crescimento. Então, mantendo as atitudes positivas em sua mente, as forças evolutivas do cosmos passarão a interagir com você, proporcionando uma teia de reações favoráveis em sua vida.

O Universo deseja dar-lhe tudo o que você quer. É essencial, entretanto, que você entre em sintonia com os seus propósitos. É essencial, ainda, que esses propósitos estejam em harmonia com as Leis Universais. Do contrário, mesmo indo contra a sua natureza expansiva, a Substância Cósmica, obedecendo a Lei do Livre arbítrio, terá de realizar o mal que você gerou em sua alma.

Você deve almejar a felicidade e não apenas o prazer sensorial momentâneo, embasado em atitudes negativas que possam, de alguma forma, produzir a infelicidade de alguém. Deve desejar uma prosperidade plena que, lhe fazendo um benefício, seja, também, um benefício para a Humanidade. Enfim; você deve sempre, aspirar a plenitude da vida, como um todo, sabendo que somos aspectos multifacetados de uma coisa única. E que, ferindo um desses aspectos, de certa forma, ferimos a Substância Original Criadora.

Crie atitudes positivas e conserve-as na mente. Paulatinamente; as circunstancias favoráveis aparecerão em sua vida e tornarão a sua existência mais agradável e feliz. Para manter um sentimento positivo poderoso, tente sempre enxergar além das aparências externas, através da visão transcendental. Não dê poder ao fenômeno em si, sabendo que o mesmo significa apenas a reflexão de uma causa primária, criada por sua mente, pelo inconsciente coletivo ou por outras instâncias da Consciência Universal.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

A nossa Mente....

Que tal começarmos a mudar o nosso estado mental já? Não digo que seja fácil, pelo contrário, depende muito da nossa força de vontade, da nossa persistência diária, pois muitas vezes começamos a querer mudar alguma coisa em nós, aí os problemas cotidianos chegam e acabam nos desviando dos nossos propósitos iniciais.

Quando nos sentimos “pra baixo”, é a melhor ocasião de lutarmos contra o desânimo e a descrença que fatalmente nos acomete nessas fases. Então, qual o remédio para iniciarmos uma revirada, qual o pontapé inicial para sairmos desses estados?

Por experiência própria lhes digo que as mensagens e pensamentos de otimismo podem nos ajudar muito no nosso despertar interior, pois acendem aquela luzinha lá no fundo de todos nós que insiste em se tornar mais forte, mas nós insistimos em continuar com a lâmpada mais fraca, sem querer substituir pela outra, por aquela que vai nos mostrar tudo mais claramente, que vai iluminar com mais intensidade nossos caminhos, nos mostrando como as coisas realmente são.

O pensamento é uma força que - se usada com sabedoria - nos põe em sintonia com nosso ser superior, com forças que nem sabíamos que existiam dentro de nós. Elas acabam criando os acontecimentos e interferindo com intensidade em nossas vidas. Se nos acostumamos com um padrão de pensamentos negativos, eles, cedo ou tarde, interferirão nos nossos acontecimentos cotidianos, nos causando doenças, tristezas, desânimo, depressões, e toda uma gama de acontecimentos nefastos.

Ao contrário, se instalarmos dentro de nós pensamentos de otimismo, procurando ver o lado positivo das coisas, tudo vai se transformando sem que notemos, nos fortalecendo e aumentando nossa capacidade de realização.

O que pensamos pode influir em nossos destinos, fazendo com que experimentemos as nossas alegrias e contratempos, o nosso inferno e paraíso.

Nossa força interior só aparece quando nos dispomos a chamá-la.
Se começamos a pensar nas coisas alegres e boas que queremos para nossa vida, elas começarão a despontar com certeza e é só ter força de vontade para esperar que os resultados positivos começam a surgir, a princípio, timidamente, depois, de forma mais intensa.

O que devemos evitar é o pensamento de que não merecemos tamanha ”graça”, que às vezes advém, principalmente, se passamos por momentos de desalento e descrença e aí nos vemos com o ânimo alterado no bom sentido, pois merecemos sim a graça de nos sentirmos bem e felizes com nós mesmos, e o sentimento que nos acomete de dúvida, nos vem porque continuamos a ver as pessoas que nos rodeiam envolvidas em seus problemas e sofrimentos, e nós podemos ter a falsa idéia de que não temos o direito à felicidade, se vemos que os outros estão infelizes, e nos parece então que estamos aparentando uma falsa alegria, quando deveríamos estar tristes e desalentados como vemos o nosso próximo.

E aí é onde devemos insistir nos bons pensamentos e atitudes, pois está se realizando em nós a mudança necessária de vibrações que, se formos firmes e persistentes, nos granjearão a coragem, força e fé onde não suspeitávamos existir e que nos encorajarão, cada vez mais, a ajudar o nosso próximo e contagiá-lo com o nosso ânimo e alegria.

Confie no seu reservatório interior, é onde estão depositados nossos “tesouros” secretos dados por Deus e de onde podemos tirar coisas inimagináveis para muitos.

Ore a Deus para que suas forças e sua capacidade de encontrar as soluções pelo que precisa possam ser ampliadas e de dentro de si mesmo consiga encontrar a ajuda necessária para os embates da vida.

Procure enxergar o seu ser interior, o seu tesouro, e ver que não é um necessitado, pois possui riquezas imensas dentro de você e tem a alegria; experimente chamá-la e verá que não necessita da tristeza, procure a esperança em seu interior, ela pode combater o desespero.

A partir do momento em que tomamos consciência de nós mesmos, como um ser integral, que está no mundo para viver e ser feliz, apesar das lutas que ainda atravessaremos, ficamos mais fortes, e isto não são palavras vazias, é por experiência própria que falo, pois quando resolvi me ver como pessoa merecedora de toda a bondade infinita de nosso Pai maior, a partir daí, me veio uma fortaleza imensa, nos maiores problemas sinto aquela proteção superior, como se alguém tivesse me sustentando os passos, me aliviando o fardo, me segurando a mão, e quando a tristeza insiste em chegar, já não me deixo mais ficar remoendo os acontecimentos ruins, levanto, ouço uma música que me acorde, leio uma mensagem de otimismo, procuro e consigo mudar meus padrões de pensamento mais rapidamente, penso nas bênçãos de que disponho e naquelas pessoas que não as possuem ainda e aí me pego bem mais leve, e quando dou por mim, o problema já passou e me deixou mais fortalecida para os próximos.

Muitas vezes, nós mesmos aumentamos o poder dos problemas em nossas vidas, ao insistirmos em argumentos que se mostram errados, ou a valorizarmos em demasia nosso sofrimento em detrimento do seu real valor.

Os problemas emocionais podem ser minorados se insistirmos na mudança de atitude, começando a mudar a sintonia do sofrimento, insistindo, embora no desalento, procurando ajuda de pessoas e livros; tudo isso já é um começo, já é um acordar, um passo que damos em uma direção melhor, o que não podemos é ficar sofrendo calados, trancados dentro de um quarto, nada fazendo e esperando o problema ficar maior, até tomar conta de nosso ser.

As pessoas deprimidas, através de seu sofrimento, fecham-se em seu mundo particular, e aí é necessário acordá-las, procurar ajudá-las com amor e carinho, pois às vezes uma palavra nossa tem um significado imenso para elas. Mas devemos ajudá-las com imensa paciência, sem querermos que elas escutem ou sigam instantaneamente aquilo que lhes é mostrado, embora devamos utilizar firmeza de argumentos para que elas possam se sentir seguras a tentarem transformar seus destinos. Não podemos é entrar na mesma sintonia, pois ao invés de ajudá-las podemos até piorar o problema.

Sofri bastante quando tentei “salvar” alguém querido da depressão, quase entrei na mesma sintonia, mas alguém lá de cima me pegou pelo braço e me disse que eu levasse minha vida ajudando, mas sem absorver o problema da pessoa, pois além de não ajudá-la assim, quem poderia ficar mal seria eu mesma.

Nós podemos amparar nosso irmão, ouvi-lo , entendê-lo, aconselhá-lo, procurando abrir seus olhos e coração para a realidade, mas só a ele cabe o passo maior de sua libertação; só ele tem o livre arbítrio de querer sair do abismo em que se encontra. E isto é uma realidade inconteste.

Iniciemos então a instalação de pensamentos mais harmoniosos em nossas mentes e, de otimismo e ânimo novos, vamos começar a sermos felizes.


Paz e luz a todos!

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Eu Não vou aprender tudo

Aprendi..
Que amores eternos podem acabar em uma noite;
Que grandes amigos podem se tornar ferrenhos inimigos;
Que o amor, sozinho, não tem a força que imaginei;
Que ouvir os outros é o melhor remédio e o pior veneno; Que nunca conhecemos uma pessoa de verdade,
afinal gastamos a vida inteira para conhecermos a nós mesmos;
Que confiança não é artigo de luxo, e sim de sobrevivência;
Que os poucos amigos que te apóiam na queda são muito mais fortes do que os muitos que te empurram;
Que o " nunca mais" nunca se cumpre;
Que o "para sempre" sempre acaba;
Que minha família, com suas 1000 diferenças, está sempre aqui quando preciso;
Que ainda não inventaram nada melhor que colo de mãe desde que o mundo é mundo;
Que vou sempre me surpreender, seja com os outros ou comigo;
Que vou cair e levantar milhões de vezes...
E ainda não vou ter aprendido tudo!!!

COMO IDENTIFICAR UM HOMEM PROBLEMÁTICO E SEM AUTOESTIMA

a Pessoas sem autoestima em geral são problemáticas. Ou seja: Tornam-se motivo muito mais de dissabores que de felicidades para aque...